Tenis - Marcelo Melo e Bruno Soares (foto:AFP)

Marcelo Melo e Bruno Soares representarão o Brasil na Olimpíada de 2016 (Foto:AFP)

LANCE!
18/02/2016
21:54
Rio de Janeiro (RJ)

Marcelo Melo e Bruno Soares venceram seu primeiro teste olímpico ao passarem pelos compatriotas Fabiano de Paula e Orlando Luz nesta quinta-feira, na estreia no Aberto do Rio. Mas eles descartaram favoritismo nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, nos quais buscarão uma medalha, mesmo sendo um campeão de Roland Garros e outro do Aberto da Austrália.

Os mineiros jogaram o favoritismo para os irmãos americanos Bob e Mike Bryan, os maiores campeões da categoria na história:

- Não acho que somos favoritos, sim candidatos, pra mim é ponto de vista diferente. Favoritos ainda são os irmãos Bryan apesar de não jogarem o melhor deles. Prefiro enfrentar simplistas do que duplistas, os jogadores de simples nunca sabemos quais serão, os critérios que vão querer usar cada país, as de duplistas são os melhores - afirmou Marcelo.

- Se jogarmos bem, temos condições de ir longe, é questão de elevar o nosso nível quando chegar os Jogos, entramos com a sensação de estarmos em nosso melhor momento, mas é traduzir isso quando chegar, a pressão faz parte - completou Bruno.

Os dois comentaram como foi a negociação com os parceiros Jamie Murray (de Bruno) e Ivan Dodig (de Marcelo) para poderem jogar juntos no Rio de Janeiro e na semana seguinte em São Paulo:

- Ivan disse quando virei numero 1, tudo o que você fizer vou acatar - brincou Marcelo.

- Da minha parte foi tranquilo todos sabem que esse tipo de coisa acontece, ainda mais em ano olímpico. Ele sabe que é normal que poderia rolar, que seria de última hora, Jamie queria jogar Roterdã, eu disse que não, que não faria esse bate-volta - contou Soares.

Os adversários da dupla na próxima rodada serão Dusan Lajovic (SER) e Dominic Thiem (AUT).