Thiago Monteiro no Rio de Janeiro

Thiago Monteiro no Rio de Janeiro. Crédito: Divulgação

TÊNIS NEWS
20/01/2016
21:54
Rio de Janeiro (RJ)

Após bela classificação de Thiago Monteiro nesta quarta-feira, foi a vez de Rogério Dutra Silva, José Pereira e Fabrício Neis avançarem às oitavas no challenger do Rio de Janeiro que teve hoje jogos no piso coberto por conta da constante chuva.

Agora principal candidato ao título no Rio, Rogerinho conseguiu lidar com altos e baixos na partida para derrotar de virada o belga Arthur de Greef com 5/7 6/2 6/4, enquanto Pereira construiu uma vitória mais tranquila sobre o qualifier Clement Geens, também da Bélgica, com 6/1 6/3.

Para Dutra Silva, a mudança dos jogos para a quadra coberta aumentou o desafio. "Em condições normais já seria difícil, jogar na coberta dificultou um pouco mais para o meu estilo de jogo. Mas o importante é que lutei muito do começo ao fim, não perdi a cabeça e isso é bom porque me dá mais confiança. Com certeza eu irei torcer para o sol aparecer amanhã", disse Rogerinho, número 2 do Brasil, que agora duela com o gaúcho Guilherme Clezar na segunda rodada.

Se Rogerinho precisou de três sets para avançar no Rio, Pereira, 261º da ATP, precisou de 58 minutos para garantir sua vaga nas oitavas de final. O pernambucano, que chegou animado ao Rio após disputar na Austrália o primeiro Grand Slam de sua carreira, comentou sua primeira vitória no saibro carioca.

"Ótima estreia para este início de temporada, hoje eu consegui fazer tudo o que havia planejado. Foi um jogo rápido e com meu primeiro saque entrando, facilitou minha tática. Me sinto confiante jogando esta semana no Rio", disse Zé Pereira, número 261 no ranking mundial, que agora encara outro qualifier, o alemão Peter Torebko, dono de 12 aces na vitória sobre o argentino Nicolas Kicker por 5/7 7/5 7/6 (4).

Quem também avançou foi o lucky-loser Fabrício Neis. O número 797 do ranking superou o sétimo favorito, o austríaco Gerald Melzer, 140º, por 7/6 (7/2) 7/5 e enfrenta o experiente Ruben Ramirez Hidalgo, de 38 anos, 262º.

André Ghem foi eliminado perante o argentino Pedro Cachin, 238º, por 6/4 3/6 7/6 (7/3).


Thiago Monteiro, que treina na Tennis Route, superou o recordista em títulos (16) do circuito ATP Challenger, o argentino Máximo Gonzalez, 142º, com os parciais de 6/1 6/4 e encara o francês Axel Michon.