Kei Nishikori

Kei Nishikori (Foto: USTA)

TÊNIS NEWS
05/10/2016
08:11
TÓQUIO (JPN)

A rodada desta quarta-feira do ATP 500 de Tóquio, no Japão, foi marcada por duas eliminações inesperadas de ‘cachorros grandes’. Principal favorito e ídolo da torcida, o japonês Kei Nishikori, 5º da ATP, abriu 4/0 contra o português João Sousa, 34º, mas abandonou o jogo quando o placar marcava 4/3.

A razão foi uma lesão no glúteo. O tenista nipônico volta a ter de lidar com problemas físicos na carreira e tem como incerta sua participação no Masters 1000 de Shanghai, na China, na próxima semana. Kei saiu visivelmente abalado de quadra – no início da semana, 9 mil fãs compareceram à quadra central apenas para ver um treino seu.

O lusitano Sousa, por sua vez, chega às quartas de final num ATP 500 pela segunda vez na carreira (Rio Open 2014, quando perdeu para Rafael Nadal). Agora, ele espera o vencedor do duelo entre o belga David Goffin, 5º mais cotado ao título, e o tcheco Jiri Vesely.

Já o tcheco Tomas Berdych, campeão em Shenzhen no último domingo, foi derrotado ‘na quadra’. Terceiro cabeça de chave e 9º melhor jogador do mundo, ele não superou a derrota por 7/6(7) no primeiro set, contra o luxemburguês Gilles Muller, 36º, e levou 6/1 no segundo, caindo em 1h59. O jogo era válido pela primeira rodada. Na próxima fase, Muller enfrentará o cipriota Marcos Baghdatis.

CILIC SALVA A HONRA DOS FAVORITOS
E a onda quase continuou. O croata Marin Cilic, 11º colocado e 4º pré-classificado, perdeu o primeiro set por 6/4 para o veterano espanhol Fernando Verdasco, 46º, mas conseguiu a virada com um duplo 7/5 e evitou, em 2h18, que três dos principais atletas do evento japonês fossem precocemente eliminados. Buscando vaga na semifinal, o campeão do US Open 2014 espera o vencedor do duelo entre o argentino Juan Monaco e o qualifier australiano James Duckworth.