Rafael Nadal com o troféu do torneio de Abu Dhabi

Foto: Divulgação

Tênis News
31/12/2016
12:26
Abu Dhabi (Emirados Árabes)

O espanhol Rafael Nadal, nono do ranking da ATP, conquistou pela quarta vez na carreira o torneio exibição de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, derrotando em sets diretos e um jogo duro o belga David Goffin, 11º na ATP, algoz de Andy Murray.

Nadal duelou por 2h07 contra Goffin para fechar o placar em 6/4 7/6 (5) e conquistar seu quarto título no torneio-exibição milionário, que não vale pontos no ranking da ATP, mas inicia a temporada.

O líder do ranking mundial, Andy Murray, derrotado por Goffin na semifinal do torneio árabe, ficou com o terceiro lugar.

O Jogo

A partida foi iniciada de maneira bem sólida por parte dos tenistas, que com alguns erros cediam pontos em seus games para o adversário. No quinto game, Goffin passou a arriscar na devolução e entrar em quadra sempre que conseguisse, a tática foi mostrando resultados e com belo backhand na paralela chegou ao primeiro breakpoint do jogo, desperdiçado com uma devolução ruim e Nadal montando na segunda bola com forehand cruzado. O jogo seguiu, com os tenistas se arriscando mais. Goffin venceu mais pontos no saque do espanhol, mas não tornou isso mais vantagens e pagou o preço. No décimo game, decidido a fechar a parcial, Nadal forçou as devoluções, arriscou com forehand, quebrou o saque do belga e levou o set.

A segunda parcial foi mais complicada, em um jogo de muita oscilação, Goffin abriu com quebra, mas não a sustentou. Os dois trocaram quebrar até que no quarto game, o belga confirmou seu saque e abriu 3/1. Mas Goffin não sustentou a vantagem por muito tempo, foi quebrado no sexto game e seguiu tentando retomar a vantagem. Agressivo, o belga tentou pressionar muito, fez Nadal lutar por 10 minutos e salvar seis breakpoints no décimo primeiro game, mas não converteu a quebra como resultado sacou para se manter na partida e forçou o tiebreak.

Nele, Nadal iniciou forte, abriu 3/1, viu o belga devolver a mini-quebra e vacilar na sequência. Firme na devolução, Nadal conquistou nova mini-quebra e em erro do belga com forehand fechou a partida.