Andy Murray em Paris

Andy Murray em Paris (Crédito: FFT)

Tênis News
08/11/2015
18:10
Paris (França)

O escocês Andy Murray, que figurará com vice-líder do ranking da ATP na próxima segunda-feira, conversou com os jornalistas em Paris, após ser derrotado pelo líder da ATP, Novak Djokovic, pela segunda final consecutiva na temporada.

"Novak tem apresentado um incrível nível nesta temporada, mas eu ainda gostaria de ter ido melhor na final", disse Murray que superou o sérvio na final do Masters de Montreal, no Canadá, este ano. "Foi como em Xangai. Lá, eu tive jogos muito bons antes, especialmente contra (Tomas) Berdych (quartas-de-final) antes de ter caído daquela forma contra contra Novak (6/1 6/3 na semifinal). Aqui, joguei um tênis muito bom contra caras fortes, mas na final, eu teria gostado de ter ido melhor. Estar na final do Masters 1000 não é um mau resultado. Não há vergonha nenhuma perder contra Novak", decretou.

"Só que hoje eu perdi meu backhand. Também bati muitas bolas no centro (da quadra) que lhe permitiu ditar o ritmo jogo. Lamento também que perdi a segunda bola de nova quebra para 3/2, com 15-30 no segundo set", lamentou o escocês que disse estar bem para o fim da temporada.

"Fisicamente, me sinto bem. Eu tinha dores nas costas após a partida contra (Richard) Gasquet, mas passaram. Na próxima semana eu vou jogar no saibro para me preparar para a final da Copa Davis na Bélgica (que será realizada entre 27 e 29 de Novembro). Depois, vou jogar o ATP Finals em Londres", finalizou.