Thiago Monteiro em Buenos Aires

Thiago Monteiro (João Pires/fotojump)

TÊNIS NEWS
23/10/2016
18:22
SANTIAGO (CHI)

O tênis brasileiro tem seis representantes no Challenger de Lima, no Peru, jogado no saibro, que conta com seis atletas dentro do top 100. Thiago Monteiro e Rogério Dutra Silva são os cabeças de chave número seis e sete, respectivamente.

O cearense, 88º da ATP e atleta da Tennis Route, no Rio de Janeiro, é o sexto favorito, e estreia contra o polonês Kamil Majchrzak, 279º. O paulista Rogerinho, 107º, por sua vez, é o sétimo pré-classificado e inicia sua caminhada contra o argentino Nicolas Kicker, 130º, que atravessa a melhor fase da carreira. Rogério vem de vice-campeonato no Challenger de Santiago, no Chile.

Além deles, o gaúcho André Ghem, 238º, tem pela frente a maior pedreira da chave, o português Gastão Elias, que amanhã aparecerá no ranking como 57º colocado. O lusitano pegou um longo voo da Suécia, onde derrotou Gael Monfils, 7º melhor do mundo, e alcançou as quartas de final do ATP de Estocolmo, na última sexta, para a capital peruana, e tentará o título com o status de cabeça de chave número um.

Também gaúcho, Guilherme Clezar, 212º, joga contra o equatoriano Emilio Gomez, 267º, que teve grandes atuações contra o Brasil na Copa Davis, em julho, em Belo Horizonte, batendo, inclusive, Dutra Silva. Apesar disso, Gomez é especialista em quadras duras, piso do confronto da Davis, e o challenger peruano é realizado na terra batida.

Os paulistas Caio Zampieri e João Pedro Sorgi fecham a lista de representantes nacionais no país andino. Zampieri, 270º, mede forças com o belga Arthur de Greef, 143º, enquanto Sorgi, 520º, foi o único dos três brasileiros que disputavam o qualifying a se qualificar para a chave, ao superar, neste domingo, o argentino Pedro Cachin. João Pedro conhecerá seu oponente após sorteio.

Pedro Sakamoto e Daniel Dutra da Silva perderam na última rodada do qualificatório e só podem continuar no torneio em caso de desistências.