John Isner

John Isner na Copa Davis. Crédito: Divulgação

Tênis News
05/11/2016
13:19
Paris (França)

O Masters de Paris-Bercy 2016 está mesmo aí para colocar um fim nas freguesias do circuito, um dia após o Marin Cilic vencer o Novak Djokovic pela primeira vez em 15 jogos, foi a vez de John Isner bater Cilic pela primeira vez em sete jogos.

O norte-americano, 27º do ranking da ATP, manteve o ritmo de toda a semana sacando muito bem para em 1h11 superar o croata décimo do mundo em 6/4 6/3 tendo convertido 18 aces contra um do croata, que cometeu 16 erros não-forçados contra 21 de Isner, que disparou 36 bolas vencedoras contra 11 do croata.

Em um primeiro set rápido, Cilic começou salvando breakpoint já no primeiro game, mas seguiu com a tática de tentar movimentar o grandalhão norte-americano. Isner por sua vez forçou muito o saque, converteu ao menos um ace por game em toda a partida e buscou definir bolas curtas ou forçando bola no backhand do croata. A tática deu certo, o norte-americano foi vencendo pontos nos games de saque de Cilic até que conquistou a quebra de saque no nono game e com muita tranquilidade sacou e fechou a parcial com dois aces.

No set seguinte o jogo seguiu o mesmo padrão, com Isner sacando melhor e trabalhando de maneira mais firme na linha de base, a quebra veio no sétimo game, após abrir 0-40 e ver Cilic salvar duas das chances de quebra. Firme no saque, o norte-americano confirmou a quebra e na sequência, no nono game, voltou a quebrar o saque do croata após boa disputa com backhand.

Com esta vitória, Isner chegou a sua terceira final de torneio nível Masters 1000. Vice-campeão em Indian Wells 2012 e Cincinnati 2013, o norte-americano tenta longe de casa seu primeiro título em Masters 1000. Para isto, aguarda  encara o escocês Andy Murray, que venceu após desistência do canadense Milos Raonic, que sequer entrou em quadra.

Murray é o novo número um do mundo com sua ida à final em Paris.