Lleyton Hewitt no Australian Open - FOTO: Tennis Australia

Lleyton Hewitt no Australian Open - FOTO: Tennis Australia

Tênis News
19/01/2016
14:41
Melbourne (Austrália)

Nada de aposentadoria. Ao menos por enquanto. Vestindo a bandeira da Austrália em seu outfit, o ex-número um do mundo, Lleyton Hewitt, iniciou sua última campanha no Australian Open e da carreira diante do jovem compatriota James Duckworth, 129º do ranking da ATP.

Fechando a rodada noturna na Rod Laver Arena, Hewitt precisou de 2h23 para superar Duckworth em 7/6 (5) 6/2 6/4 tendo disparado dez aces contra 15 do jovem de 23 anos, que cometeu seis duplas-altas contra três do veterano de 4 anos, que bateu 28 bolas vencedoras contra 45 de Duckworth, que cometeu ainda 42 erros não-forçados contra 23 de Hewitt.

Em um jogo muito disputado, Hewitt conquistou a primeira quebra no terceiro game da primeira parcial, mas levou o troco no sexto game e viu o set com disputa de longos pontos se encaminhar para um duro tiebreak, vencido nos detalhes.

No segundo set, a experiência e o apoio da torcida falou mais alto. Sem querer ver seu último grande ídolo dar "adeus", a torcida local passou a participar ainda mais de cada ponto, ajudou a pressionar Duckworth, que errou muito, teve seu serviço quebrado no quarto e oitavo game vendo a vitória se distanciar.

No terceiro set, Duckworth começou mais solto, viu o veterano cometer erros e agrediu com forehand para conquistar a quebra de saque no terceiro game e abrir 3/1. Hewitt seguiu em desvantagem até o oitavo game onde devolveu a quebra e passou a pressionar o jovem compatriota, a quem voltou a quebrar no décimo game e fechou a partida.

Na segunda rodada da competição, Hewitt faz um encontro de veteranos contra o espanhol David Ferrer. Ele e o espanhol já se enfrentaram três vezes no circuito profissional e Ferrer tem a vantagem em 2/1. Curiosamente, os dois tenistas se enfrentaram apenas em Grand Slams. Hewitt venceu na grama de Wimbledon em 2006, Ferrer venceu no saibro de Roland Garro em 2008 e na quadra rápida do US Open em 2012.