icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
21/08/2015
23:44

A romena Simona Halep, número três do mundo, confirmou o favoritismo e assegurou, na noite desta sexta-feira, sua vaga na semifinal do WTA Premier de Cincinnati, nos Estados Unidos, evento disputado no piso rápido que distribui cerca de US$ 2,7 milhões em premiação.



Halep precisou de 1h41min para despachar a russa Anastasia Pavlyuchenkova, 34ª colocada, por dois sets a zero, parciais de 7/6 (7/3) 6/2. Essa foi a quinta vitória da romena em cinco jogos contra a rival.

Neste sábado, Halep enfrenta na semifinal a sérvia Jelena Jankovic, ex-número um do mundo e atual 25ª, que mais cedo derrotou a qualifier eslovaca Anna Karolina Schmiedlova (41ª) por 6/4 6/2. 

Halep e Jankovic já se enfrentaram seis vezes no circuito. A sérvia venceu a primeira e a romena as outras cinco.

Se vencer e chegar à final, Halep vai ultrapassar a russa Maria Sharapova no ranking e reassumir a vice-liderança, ganhando assim a condição de cabeça 2 para o US Open, o que significaria enfrentar a americana Serena Williams somente na final.

A romena Simona Halep, número três do mundo, confirmou o favoritismo e assegurou, na noite desta sexta-feira, sua vaga na semifinal do WTA Premier de Cincinnati, nos Estados Unidos, evento disputado no piso rápido que distribui cerca de US$ 2,7 milhões em premiação.



Halep precisou de 1h41min para despachar a russa Anastasia Pavlyuchenkova, 34ª colocada, por dois sets a zero, parciais de 7/6 (7/3) 6/2. Essa foi a quinta vitória da romena em cinco jogos contra a rival.

Neste sábado, Halep enfrenta na semifinal a sérvia Jelena Jankovic, ex-número um do mundo e atual 25ª, que mais cedo derrotou a qualifier eslovaca Anna Karolina Schmiedlova (41ª) por 6/4 6/2. 

Halep e Jankovic já se enfrentaram seis vezes no circuito. A sérvia venceu a primeira e a romena as outras cinco.

Se vencer e chegar à final, Halep vai ultrapassar a russa Maria Sharapova no ranking e reassumir a vice-liderança, ganhando assim a condição de cabeça 2 para o US Open, o que significaria enfrentar a americana Serena Williams somente na final.