João Souza, o Feijão

João Souza, o Feijão, no Rio Open (Crédito: Fotojump)

TÊNIS NEWS
30/03/2016
19:19
LÉON (MEX)

Começou bem para o Brasil o Challenger de León, México. Tanto João Souza, o Feijão, quanto o paulista Caio Zampieri passaram por seus primeiros desafios no país da América do Norte e avançaram à 2ª fase.

Feijão, que caiu bastante no ranking desde o ano passado e é o atual 239º da ATP, teve que ir ao tiebreak do segundo set para passar por Jason Jung, 227º, por 6/1 e 7/6(3), em 1h17min. Na sequência, ele pegará o jovem cazaque Dmitry Popko, 235º, de apenas 19 anos. Popko surpreendeu e bateu o experiente Stephane Robert, da França, o 117º do ranking, por 2x1.

Mais cedo, Caio Zampieri, que na semana passada chegou às quartas em San Luís Potosí, também no México, e passou pelo qualificatório em Leon, marcou um duplo 6/4 sobre o irlandês James McGee, 203º da lista, e avançou para enfrentar o vencedor do embate entre o também qualifier Agustín Velotti, da Argentina, e a badalada revelação do tênis americano, o jovem Taylor Fritz, de 18 anos, que já é o 81º do Mundo. Fritz caiu em Indian Wells para a outra grande revelação americana, Frances Tiafoe, e em Miami bateu o experiente italiano Simone Bolelli, em dois sets, na 1ª rodada, sendo parado apenas pelo 8º cabeça de chave, o espanhol David Ferrer.

Tanto Feijão quanto Caio voltam a jogar amanhã em Leon, torneio jogado em piso duro e que distribui US$75 mil em prêmios. André Ghem, por sua vez, estreia ainda hoje. O 172º melhor colocado entre os homens, também quadrifinalista em Potosí, semana passada, tem um duro desafio: o cabeça de chave número um, Sam Groth, da Austrália, 77º.