Roger Federer (Foto: FABRICE COFFRINI/AFP)

Roger Federer (Foto: FABRICE COFFRINI/AFP)

LANCE!
08/01/2016
11:35

O suíço Roger Federer, terceiro do ranking da ATP, segue firme na busca do bicampeonato do ATP de Brisbane, na Austrália. Nas quartas de final ele superou o búlgaro Grigor Dimitrov, 28º, e encara Dominic Thiem que surpreendeu Marin Cilic.

Federer precisou de 2h07 para fechar o placar em 6/4 6/7 (4) 6/4, tendo convertido sete aces contra oito de Dimitrov, que venceu 74% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 86% de Federer.

Em um jogo muito estudado e tático, Federer foi firme desde o inicio da disputa. Em todo o primeiro set perdeu apenas dois pontos em seus games de saque e conquistou a quebra no quinto game e administrou a vantagem, tentando pressionar cada vez mais o adversário.

O segundo set seguiu o ritmo do primeiro, com os dois tenistas firmes no saque e procurando uma brecha o serviço do adversário. O espaço veio para Dimitrov no sétimo game, em que após bela jogada viu Federer cometer o erro não-forçado e precisou apenas pressionar para converter a quebra. Sem entregar os pontos, o suíço seguiu tentando pressionar nos games seguintes até que no décimo game, sacando para o set, Dimitrov foi surpreendido pela devolução do suíço que pressionou e evolveu a quebra de saque igualando o placar e o encaminhando para um tiebreak.

No tiebreak, Dimitrov abriu com mini-quebra, viu Federer a devolver, mas com outras duas mini-quebras abriu 4/1, seguiu uma confusa troca de mini-breaks com o suíço, desperdiçou seu primeiro set point em uma dupla-falta, mas converteu o segundo forçando o terceiro set.

Esta foi a primeira vez que Dimitrov venceu um set sobre Roger Federer em quatro encontros.

Na terceira etapa o jogo seguiu estudado pelos quatro primeiros games, até que Federer ficou ainda mais agressivo buscando definir bolas e converteu a quebra de saque no quinto game e foi administrando. O suíço chegou a ver Dimitrov salvar três match-points no nono game e sacou para a partida.

Federer busca uma vaga na final contrao jovem austríaco Dominic Thiem, 20º e oitavo favorito ao título, que surpreendeu o terceiro cabeça de chave, o croata Marin Cilic, 13º, de virada em 2/6 7/6 (4) 6/4 em partida de 1h59.

Thiem e Federer nunca se enfrentaram no circuito profissional.