Um dos maiores tenistas da história, Federer busca mais um ouro olímpico

Roger Federer (Foto: AFP / GREG WOOD)

TÊNIS NEWS
11/05/2016
10:16
ROMA (ITA)

O suíço Roger Federer, 2º colocado no ranking mundial, superou o alemão Alexander Zverev, 44º, na estreia do ex-número 1 no Masters 1000 de Roma, disputado sobre o saibro. O jogo teve placar de 6/3 e 7/5, em pouco menos de 1h30.

Foi a vitória de número 1070 do suíço na carreira. Com isso, ele fica a apenas uma do lendário tcheco Ivan Lendl, segundo maior ganhador na história da ATP, só ficando atrás do americano Jimmy Connors. Amanhã, ele tentará igualar o tcheco, podendo passá-lo na sexta-feira.

O vice-líder da lista masculino, que desistiu do torneio de Madri, na semana passada, por causa de um problema nas costas, e fez seu primeiro jogo desde Monte Carlo, usou e abusou dos slices curtos e curtinhas, tentando tirar da zona de conforto o talentoso alemão, de apenas 19 anos. Sem dar ritmo, Federer jogou uma grande partida, técnica e taticamente, selando sua vitória, sem grandes dificuldades.

O primeiro set foi rápido. Os tenistas quase não trocaram bolas e foram confirmando seus saques com facilidade. Quando Zverev sacava em 2/3, eles disputaram um raro longo ponto, em que Roger chegou à rede em curtinha do rival e executou um lindo voleio, da linha do T. No break point, o número 2 do ranking matou ‘Sascha’ com uma linda curtinha de devolução, indefensável. Mantendo a tona de não dar ritmo, o suíço marcou 6/3, em apenas 28 minutos.

A segunda etapa foi mais equilibrada. Alexander começou a parcial salvando um break point, enquanto Federer foi, pela primeira vez, à igualdade, a fim de confirmar seu serviço.

Em 1/1, Zverev errou uma esquerda no 30 iguais, quebrou a raquete e cedeu mais uma oportunidade a Federer. Depois de mais um backhand errado, a vitória parecia se aproximar da estrela suíça.

Mas não seria tão fácil. No quarto game, Roger errou bastante, cedeu dois break points e, na segunda chance, errou mais um backhand. Zverev empatava o jogo.

Depois disso, ambos os jogadores confirmaram seus saques, com Zverev tendo muitas dificuldades para tal, eventualmente enfrentando break points, ao passo que Federer fez seus próximos três games de 0.

No 5/5, entretanto, Alexander não conseguiu resistir. Ele saiu enfrentando um 0/40, após o oponente explorar as bolas baixas em todos os pontos. Sascha salvou os três break points, mas, na quarta chance, depois de ser contra-atacado pelo suíço, seu serviço estava tomado.

Então, no décimo-segundo game, Roger sacou muito bem, fechando, mais uma vez sem problemas, por 7/5 e 2x0, em 1h27min de partida.

Na sequência, Federer enfrenta o austríaco Dominic Thiem, outro jovem muito talentoso, 13º favorito na capital italiana, que bateu o português João Sousa. O jogo será amanhã.