Roger Federer

Divulgação

TÊNIS NEWS
29/10/2017
14:52
Basileia, Suíça

E finalmente depois de quatro anos, Roger Federer conseguiu a tão sonhada revanche e acabou com o carma chamado Juan Martin Del Potro, 19º do mundo, na final do torneio ATP 500 da Basileia, na Suíça, sua terra natal. Neste domingo o suíço levantou o octacampeonato.

Roger saiu atrás e viu o adversário abrir quebra no terceiro set, mas reagiu e faturou o caneco marcando 6/7 (7/5) 6/4 6/3 após 2h31min de um grande jogo de tênis.

Federer ergue seu oitavo título no evento que ganhou em 2015, 2014, 2011, 2010, 2008,2007 e 2006. Ele havia sido vice do argentino em 2012 e 2013. É também o 95º troféu de Roger se isolando como o segundo maior campeão do tênis atrás apenas do americano Jimmy Connors que tem 109. Na temporada se torna o maior vencedor ultrapassando Rafael Nadal com a sétima conquista em onze eventos (ganhou também o Australian Open, Indian Wells, Miami, Wimbledon, Xangai e Halle).



O Jogo

Federer abriu a partida convertendo uma quebra tranquila contra o argentino, mas logo em seguida teve seu saque ameaçado e, embora tenha salvado duas chances de quebra, acabou cometendo um erro na terceira e cedendo o empate. O suíço seguiu ameaçando o saque do argentino em todos os games, até que no nono game da parcial encontrou duas incríveis passadas e teve a quebra com a chance de sacar para vencer o set. Del Potro não se entregou e buscou a quebra, empatando a parcial em 5/5. Com a definição indo para o tie-break, o suíço abriu 3-1, mas perdeu o controle e viu o argentino vencer 5 pontos seguidos. Federer ainda buscou uma reação, reduzindo para 6-5, mas Del Potro encaixou um forte serviço e fechou em 7-5.

Com a vantagem em mãos, Del Potro passou a ter maior controle de seus serviços e tendo mais chances nos serviços do suíço. A parcial, no entanto, não teve quebras até o décimo game, quando Federer abriu 15/40 no saque do argentino e, na segunda chance, forçou o erro após uma longa troca de bolas, fechando o set em 6/4 e empatando a partida.

Na parcial decisiva, Del Potro se aproveitou de duas bobeiras do suíço na rede e teve a quebra já no primeiro game. No entanto, não conseguiu manter o ritmo e acabou quebrado em seguida. Deste ponto em diante, foi o suíço quem tomou as rédeas da partida e converteu uma nova quebra no quarto game, após abrir 0/40. Del Potro ainda lutou para ter alguma chance nos games de serviço do Federer, mas as portas sempre eram fechadas. O suíço, então, administrou sua vantagem até sacar para fechar em 6/3 e erguer o troféu do ATP 500 da Basileia pela oitava vez.