Novak Djokovic

Novak Djokovic. Crédito: André Valle

Tênis News
13/05/2016
14:39
Roma (Itália)

Um jogaço de tênis, foi isso que o público presente à quadra central do Foro Itálico em Roma presenciou. O líder do ranking da ATP, Novak Djokovic, virou os dois sets contra Rafael Nadal, quinto, e se garantiu na semifinal do Masters local.

Os dois rivais de longa data travaram uma incrível batalha de 2h24, em terras onde os primeiros gladiadores da história duelaram. Melhor para Djokovic 7/5 7/6 (4) que converteu três acs contra dois do espanhol, que cometeu 31 erros não-forçados contra 27 do sérvio, que disparou 27 bolas vencedoras contra 23 de Nadal.

Na semifinal, Nole que é tetracampeão em Roma, encara o vencedor da partida entre o austríaco Dominic Thiem e o japonês Kei Nishikori.

Um dos grandes clássicos do tênis atual, a 49ª partida entre Nadal e Djokovic foi arbitrada pelo brasileiro Carlos Bernardes, considerado um desafeto de Nadal no circuito e que não registrou nenhum incidente e cenas de reclamações acaloradas por parte dos dois tenistas.

O jogo

Vindo de um sufoco contra o brasileiro Thomaz Bellucci nas oitavas e uma estreia complicada, Djokovic parecia nervoso no inicio da partida cometendo muitos erros. Com dificuldades, o sérvio confirmou seu primeiro game e seguiu oscilando. Afobado, foi quebrado no quinto game ao mandar forehand no meio da rede e viu o espanhol melhorar ainda mais sua performance.

Pressionado, o sérvio passou a ser mais agressivo e buscou alongar os pontos desde a linha de base. A tática de Djokovic surtiu efeito, além das belas jogadas entre os tenistas a quebra veio no oitavo game e ele passou a pressionar Nadal, que chegou a ter setpoint no décimo game, acabou sucumbindo no décimo segundo game quando Nole fechou o placar.

O segundo set começou com Rafa Nadal sendo atendido por um problema no pé esquerdo, aparentemente um bolha, e tendo uma postura agressiva. A quebra de saque saiu cedo, no primeiro game, e tentou abrir vantagem. O espanhol salvou chances de quebra no sexto game e seguiu dominando a partida. Sacando para o set, o espanhol desperdiçou dois setpoints e acabou tendo o saque quebrado em game de brilhantismo de Djokovic.

Sem alternativas, Rafa Nadal trabalhou firme com saque e forçou o tiebreak, nele começou em desvantagem como mini-quebra no terceiro ponto, intercalou trocas de mini-breaks com o sérvio outras duas vezes na parcial, até ver o rival acertar um belíssimo forehand na linha, conquistar a mini-quebra no décimo ponto e fechar o set.