garbine muguruza

(Foto:AFP)

Tênis News
31/10/2016
18:14
Madri (Espanha)

A única espanhola ex-número um do mundo e tricampeã em Roland Garros, Arantxa Sanchez Vicario, falou que adoraria passar o bastão de líder do ranking para a jovem compatriota, Garbiñe Muguruza, e analisou sua falta de experiência.

"Na época em que Steffi era número um pensavam que não veriam outra alemã no posto mais alto e chegou Kerber. Eu como espanhola e mulher única número um ficaria encantada que tivéssemos outra como eu. Seria lindo dar o número um a Garbiñe", disse Sanchez Vicario em entrevista ao jornal esportivo Marca.

"Da mesma forma que Kerber chegou lá, Muguruza pode fazê-lo", decretou.

A ex-número um do mundo disse estar surpresa com a oscilação da melhor espanhola da atualidade, que mesmo após vencer Roland Garros, acabou tendo resultados adversos e quedas em primeiras rodadas. "Fiquei surpresa que depois de ter vencido um Slam não conseguiu resultados parecidos dada a confiança que adquiriu em Roland Garros. A ela falta experiência e o fato de alguns jogos que teria vencido, mas escaparam. Isso é falta de confiança", opinou.