Tomas Berdych

Tomas Berdych na Copa Davis. Crédito: Divulgação

Tênis News
09/04/2016
13:51
Praga (Rep. Tcheca)

Não passou de uma 'barriga' - termo jornalístico para definir quando há erro ou precipitação na divulgação de informações equivocadas - a notícia de que o tenista Tomas Berdych estaria entre os nomes presentes nas listas dos conhecidos 'Panamá Papers'.

A informação de que o tenista seria uma das personalidades da República Tcheca presentes na lista do Panamá Papers foi dada pela agência de notícias local CTK, que hoje se retratou com o tenista em um pedido de desculpas formal.

"Vimos por meio deste pedir desculpas ao senhor Tomas Berdych por termos erroneamente relatado em artigo publicado em 4 de abril de 2016, que seu nome faria parte do banco de dados do Panamá Papers. Nem as informações disponíveis no site originalmente citado na nota (http://www.investigace.cz/panamapapers), nem outras fontes disponíveis incluem o nome do Sr. Tomas Berdych no banco de dados do Panamá Papers", escreve a agência de notícias que levou aos principais meios de comunicação do país a falsa informação, que acabou repercutindo mundo afora.

O Panamá Papers são uma série de documentos que incluem nomes de pessoas e empresas de todo o mundo, que movimentam milhões em dólares no Panamá, que é um paraíso fiscal. As movimentações levantadas pelo relatório divulgado pela Comunidade Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) são suspeitas de crimes desde a 'simples' sonegação em seus países a até lavagem de dinheiro.

O caso já derrubou o primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur David Gunnlaugsson, e vem levando o povo da Argentina a protestos contra o presidente Maurício Macri.