Gabriel Medina durante a disputa da etapa de Peniche do WCT de surfe (Foto: Divulgação)

Gabriel Medina avançou para a 3ª fase do torneio (Foto: Divulgação)

LANCE!
06/11/2015
12:59
Maresias (SP)

Gabriel Medina e Adriano de Souza, o Mineirinho, avançaram para a terceira fase do WQS 10.000, em Maresias, no litoral norte de São Paulo. O atual campeão mundial entrou na água na sexta bateria do segundo round e avançou em segundo lugar, com médias de pontos de 12,97 (8,20 + 4,77). Já Mineirinho também ficou em segundo na oitava chave, com 13,10 pontos (8,27 + 4,83).

Com o mar sem ondas boas, a bateria de Medina foi bastante equilibrado. O australiano Cooper Chapman recebeu um 8,50 e ficou em primeiro, mas depois de um tubo, o brasileiro assumiu a liderança. Porém, Chapman reassumiu o topo ao tirar 4,90 em uma manobra. Com isso, ele terminou a prova na liderança, com 13,40 pontos.

Na chave de Mineirinho, Ricardo Christie-NZL tirou nota 7,73 e assumiu a liderança na primeira boa chance que teve. O brasileiro chegou a ficar em último lugar na bateria, mas depois encontrou uma boa onda e conseguiu um 8,27 dos jurados. Somado a segunda melhor nota que tinha, que era 4,83, ele ficou com o segundo lugar. O primeiro foi Ricardo Christie-NZL, que alcançou 15,00.

Samuel Pupo, de apenas 15 anos, e considerado uma das promessas do surfe brasileiro, foi eliminado logo na primeira bateria do dia. Ele ficou na terceira colocação da chave, atrás do primeiro Thomas Woods-AUS e do segundo Jack Freestone- AUS.