LANCE!
05/06/2016
02:44
Pasadena (EUA)

Dunga preferiu não entrar em detalhes sobre o lance capital do empate entre Brasil e Equador pela primeira rodada da Copa América: o gol mal anulado contra a Seleção Brasileira, que teve uma falha feia do goleiro Alisson como clímax.

Na jogada, Bolaños chutou sem ângulo e o goleiro entrou com bola e tudo para o fundo das redes. Sorte de Alisson e da Seleção que o assistente marcou que a bola tinha saído, equivocadamente.

- Até agora não deu para ver nada do lance. De onde a gente estava é difícil. Com os jogadores que conversamos, falaram que a bola saiu. A bola tinha saído, tanto para ele quanto para os zagueiros - disse Dunga, na coletiva pós-empate no Rose Bowl.

A análise de Dunga foi mais direta em relação ao que faltou para a vitória brasileira.

- O que nós temos que trabalhar mais é em termos de conclusão, diversificar um pouco mais. Não só tentar infiltração, mas chutar mais de média e longa distância - comentou ele.

Dunga tem até quarta-feira, quando acontece o duelo com o Haiti, para tentar corrigir os equívocos na Seleção.