Apresentação do Técnico Edgardo Bauza no São Paulo

Patón Bauza, treinador do São Paulo (Foto: Marcello Zambrana/AGIF/Lancepress!)

Marcio Porto
04/04/2016
08:00
São Paulo (SP)

É bom que o torcedor do São Paulo esteja em dia com seu cardiologista. A equipe não perde há cinco jogos, mas obteve esses resultados praticamente com o coração pela boca. Em todos, os placares só foram decididos nos minutos finais, até nos acréscimos. Drama desnecessário ou poder de reação? Tudo depende do ponto de vista.

O técnico Edgardo Bauza enxerga o copo meio cheio. Depois da vitória por 2 a 1 sobre o Oeste, no último sábado, ele voltou a ser otimista. Maicon decidiu o jogo aos 45 minutos do segundo tempo, mas o argentino viu o time em evolução e elogiou a perseverança dos atletas.

– A equipe jogou uma boa partida, tinha de ter ganhado de 3 ou 4 a 0. Esteve melhor sempre. Tentou, tentou. No segundo tempo, chegamos 26 vezes, pelo centro ou cruzamentos. Foi o que provocou a vitória – analisou o comandante.

A série invicta começou contra o Ituano, em Itu, com o Tricolor cedendo o empate por 1 a 1 já nos acréscimos. A partir daí, foi o time que marcou nos minutos finais (veja ao lado). A dificuldade contra os pequenos, exceto o Santos, incomoda a torcida (gritou burro sábado) e boa parte da crítica, a ala do copo meio vazio. Mas Patón se diz vacinado pela carga emocional.

– O coração aguenta, já passou por muita coisa pior – brinca.

Bauza também não parece incomodado com as polêmicas extracampo. No sábado, Thiago Mendes discutiu com um de seus auxiliares após ser substituído. Crise? Nada.

– Gosto disso. Mostra caráter. Não gosto de jogador satisfeito com a saída – declarou Patón.

Quem convive com o técnico diz que ele não está totalmente satisfeito, mas tem outra forma de enxergar futebol. Afinal, o copo do São Paulo está meio cheio ou meio vazio? Faça sua escolha.

A EMOÇÃO DOS ÚLTIMOS JOGOS

São Paulo 2x1 Oeste
Time sofreu o gol no primeiro tempo, mas virou no segundo. O gol da vitória veio com o zagueiro Maicon aos 45 minutos, numa bola que sobrou na área. Antes, ele havia desperdiçado um pênalti.


......................
Linense 1x1 São Paulo
Zé Antônio abriu o placar para os mandantes aos 39 do segundo tempo e o São Paulo se encaminhava para um vexame. Até que Kelvin aproveitou um chute errado de Maicon na área e completou para as redes aos 47. Michel Bastos perdeu um pênalti no primeiro tempo.

Santos 1x1 São Paulo
Time sofreu o gol de Joel aos 13 minutos do segundo tempo, quando jogava mal. Melhorou e empatou aos 37 minutos, com Alan Kardec, de cabeça, após escanteio.

......................

São Paulo 1x0 Botafog
o
Jogo se encaminhava para um 0 a 0 enfadonho, com o São Paulo tendo muita dificuldade para furar o bloqueio adversário no Pacaembu. Até que Ganso lançou Calleri, que, meio sem jeito, encobriu o goleiro aos 44 minutos do segundo tempo. Alívio!