LANCE!
31/10/2016
12:05

O São Paulo ainda precisa de uns pontinhos para garantir a permanência na elite do futebol nacional. Porém, como isso é muito pouco para o Tricolor, o LANCE! começou a projetar a próxima temporada em termos de reforços e entregamos a dois colunistas a missão de armar o time para 2017. Com a possibilidade de sonhar com bons nomes, Eduardo Tironi e João Carlos Assumpção escolheram algumas peças valorizadas no mercado, capazes de deixar os são-paulinos eufóricos.

Na visão de ambos, a defesa atualmente é o setor que menos precisa ser modificado, por transmitir mais segurança.

- Na defesa acho que o São Paulo foi se acertando com o tempo e a deficiência acaba sendo mesmo no gol. Tentaria, como alguns já cogitaram no Morumbi, trazer Cássio, do Corinthians, por empréstimo, em troca de dois ou três jogadores que possam corrigir e suprir determinadas carências do Timão. O meio-campo do São Paulo, porém, é muito deficiente. Desde que Paulo Henrique Ganso saiu ficou mais fraco ainda, tanto que você volta e meia vê a zaga dando chutão para o ataque, tentando uma jogada ofensiva e "ignorando" que o time tem ou deveria ter armadores para fazer essa ligação - analisou Janca.

Eduardo Tironi segue a mesma linha de raciocínio.

- O São Paulo precisa de um lateral-esquerdo, um meia e dois atacantes (sendo um deles, centroavante). No mínimo. Talvez de um goleiro - disse Tironi.

NOMES INDICADOS

Dentre os nomes indicados pelos dois colunistas, um foi lembrado por ambos: Felipe Melo, também nos planos do São Paulo.

- Sei que se trata de um jogador polêmico, mas para volante tentaria o Felipe Melo, apesar de o Flamengo estar na jogada e, pelo jeito, com certa vantagem em relação ao Tricolor. Caso não consiga uma segunda opção seria Andrei Alba (ex-Chapecoense) - disse Janca.

Eduardo Tironi sugeriu, além de Felipe Melo, os nomes de Zeca, para lateral, e Lucas Pratto e Marcelo Cirino, ambos opções para o ataque.

- Dos quatro reforços, dois têm personalidade para incrementar o caráter do time. A equipe precisa de poucos reforços entre os titulares e apostar na base para o banco (sobretudo no Estadual) - disse Tironi.

Os estangeiros também são lembrados por Janca.

- Para armar as jogadas Montillo seria uma boa. Outra possibilidade seria Arrascaeta (Cruzeiro). Já para o ataque tentaria Nilmar, mesmo porque Kelvin deve sair. E usaria os jogadores de Cotia, Auro, Lucas Fernandes, Luís Araújo, David Neres e João Schmidt, para compor o elenco - disse Janca.

O ESQUEMA

Os dois colunistas não se preocuparam tanto na definição dos esquemas e sim na colocação dos reforços que possam fazer o time fluir bem em campo.

Eduardo Tironi apostaria em uma base que teria: Denis, Buffarini, Maicon, Caio e Mena (Zeca); Thiago Mendes, João Schmidt, Felipe Mello e Cueva; Pratto e Chavez

Já Janca armaria o time com: Cássio, Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Felipe Melo, Thiago Mendes, Montillo, Arrascaeta e Cueva; Nilmar.

SITUAÇÃO DOS REFORÇOS

Cássio: O goleiro tem vínculo com o Corinthians ate dezembro de 2019

Zeca: O lateral tem contrato com o Santos até dezembro de 2018

Felipe Melo: O volante tem contrato com a Inter de Milão até maio de 2017, porém, deseja voltar ao Brasil e clube italiano pode facilitar saída

Andrei Alba: O volante tem contrato com a Chapecoense até abril de 2018

Montillo: O meia argentino tem contrato até dezembro de 2017 com o Shandong Luneng, da China.

Arrascaeta: O uruguaio tem vínculo com o Cruzeiro até dezembro de 2020

Nilmar: Al Nasr, dos Emirados, tem contrato com Nilmar até maio de 2017

Marcelo Cirino: Atacante tem contrato com o Flamengo até dezembro de 2017, mas uma negociação está longe de ser impossível, pois o jogador não é unanimidade no clube carioca

Lucas Pratto: O artilheiro tem vínculo com o Galo até o fim de 2018