Ceará x São Paulo

Camisa 3 do São Paulo terminou a partida em Fortaleza reclamando de muitas dores no pé esquerdo (LC Moreira)

William Correia
22/04/2018
20:07
São Paulo (SP)

Rodrigo Caio terminou o 0 a 0 diante do Ceará, neste domingo, aos prantos. Jogou até o fim, mas, ainda no segundo tempo, relatou ao médico do São Paulo, José Sanchez, que tinha a sensação de que "quebrou o pé esquerdo". Mas o raio-x realizado pelo zagueiro, em clínica em Fortaleza, logo após a partida, não constatou nenhuma fratura.

Como o jogador ainda relata muitas dores, o Tricolor já programou um exame complementar de ressonância magnética. O jogador começou o processo de recuperação ainda no vestiário do Castelão e o clube informa que ele seguirá fazendo fisioterapia até o retorno da delegação para a capital paulista.

A situação de Rodrigo Caio causou apreensão nos colegas. O jogador desabou no apito final e foi consolado pelos jogadores. Chorando de dor e também pela sensação de que uma fratura eliminaria sua chance de estar na Copa do Mundo, ele conseguiu seguir mancando para os vestiários.

O zagueiro seguiu para um hospital na capital cearense com José Sanchez, mas o médico, ao observar o pé esquerdo do jogador, indicou que não deveria ter fratura. Por isso, o técnico Diego Aguirre e os colegas tratam de tranquilizá-lo.

Com dores, claramente sem estar 100% fisicamente, Rodrigo Caio conseguiu terminar a partida diante do Ceará, pois Diego Aguirre já tinha realizado as três substituições e uma saída do zagueiro deixaria o Tricolor com um a menos. Sua condição de estar em campo já trouxe, primeiramente, alguma tranquilidade.

Ainda não há uma estimativa de um possível tempo de desfalque de Rodrigo Caio. O próximo compromisso do São Paulo será às 16h de domingo, visitando o Fluminense, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada do Brasileiro.