Boneco Rogério Ceni

Rogério Ceni se aposentou no fim da temporada passada (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

LANCE!
17/10/2016
19:59
São Paulo (SP)

Ricardo Gomes assinou contrato com o São Paulo sem tempo de duração definido. Mas, apesar dos maus resultados, especialmente no Campeonato Brasileiro, o técnico tem o respaldo da diretoria para terminar a temporada. O problema está no que virá depois. As portas do clube foram abertas pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva para Rogério Ceni.

- Não te diria que ele vá ser técnico do clube em um determinado momento, mas te diria que ele vai ser um dia, sim. E será muito bom. Para a instituição e para ele, um são-paulino seríssimo, obstinado e dedicado. Ele está se preparando para isso, não sei quando, mas com certeza será. E sim, é uma hipótese (para o ano que vem) - disse Leco, à Rádio Globo.

O mandatário concedeu a entrevista enquanto estava no ônibus da delegação tricolor rumo ao Giulite Coutinho, na cidade de Mesquita (RJ) - às 20h desta segunda-feira os paulistas encaram o Fluminense. Uma derrota deixa os são-paulinos a apenas um ponto da zona de rebaixamento, restando oito partidas para o fim do Brasileirão, mas o discurso é de confiança em Ricardo Gomes.

- O São Paulo quer dar a ele segurança e apoio para que o trabalho seja totalmente voltado para este momento. E se tudo correr bem ele tem condições plenas de continuar com a gente depois. Não tenho dúvida de que o melhor é manter o técnico agora, é exatamente essa nossa ideia - afirmou o presidente, antes de analisar as chances de queda:

- Seria irresponsável dizer que eu ignoro isso. É uma situação incômoda, importante. Mas não tenho exatamente medo, tenho confiança de que não ocorrerá, por mais que seja adversa e nos tire a tranquilidade. Vamos iniciar já um processo de reversão desta situação, para tirar essa sombra, essa nuvem pesada de cima de nós.