Morumbi

Reunião do Conselho definiu direitos de transmissão com a Globo (Foto: ReginaldoCastro/Lancepress!)

Ana Canhedo
23/02/2016
22:25
São Paulo (SP)

A reunião do Conselho Deliberativo definiu na noite desta terça-feira, no estádio do Morumbi, um novo acordo com a  Globo pelos direitos de transmissão dos jogos do São Paulo de 2019 até 2024 em TV fechada. O Tricolor Paulista, após ouvir e levar em conta proposta do Esporte Interativo, decidiu acertar com a renovação Rede Globo, que cobriu a oferta do outro veículo pouco antes do encontro. O clube receberá cerca de R$ 60 milhões de luvas, prêmio pela assinatura do contrato e, assim, poderá quitar algumas de suas dívidas. 

Serão R$ 500 milhões para os 20 clubes que fecharem tal acordo com a Globo, divididos da seguinte maneira: 40% igual para todos, 30% pela classificação e mais 30% pela audiência durante as transmissões. O acordo aceito pelo São Paulo não inclui nenhum tipo de mídia e é restrito à TV fechada. 

O clube projeta dobrar a receita através da venda de publicidade estática, antes de responsabilidade da emissora e agora que pode ser feito pelo clube, gerando maior lucro. A oferta feita pela emissora aumentou apenas na tarde desta terça-feira, pouco antes da reunião, e satisfez os conselheiros, que comemoram bastante o acerto, responsável por trazer alívio aos cofres.

O empresário Abílio Diniz esteve na reunião e deixou o local por volta das 21h, em silêncio. A única coisa dita por ele foi ''consegui passar minha mensagem''. Os conselheiros do Tricolor Paulista também tomaram conhecimento da dívida do clube, apresentada pela Pricewaterhousecoopers, empresa responsável por auditar as contas: R$ 150 milhões e mais R$ 70 milhões de dívida ativa tributária.

Com a entrada do valor das luvas no cofre do clube, a tendência é que os ânimos se acalmem nos bastidores do São Paulo, que deve pagar o que ainda deve a seus jogadores nos próximos dias. O contrato aceito nesta terça não diz respeito à TV aberta, e sim apenas ao SporTV. Os jogadores estão com os direitos de imagem referentes ao mês de janeiro atrasados.