icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
07:54

Ao golear o Ceará por 3 a 0 no Castelão na noite da última quarta-feira, o São Paulo conseguiu um feito inédito em sua história. Foi a primeira vez em que o clube conseguiu se classificar em uma competição eliminatória após ser derrotado em casa na primeira partida. O Tricolor havia caído por 2 a 1 no Morumbi, mas conseguiu reverter a vantagem do Vozão e avançou às quartas de final da Copa do Brasil.

Até a classificação sobre o time nordestino em Fortaleza, os são-paulinos haviam enfrentado esse cenário de iniciar um mata-mata com derrota como mandante em 11 ocasiões. Em sete ocasiões, a equipe da capital paulista também perdeu a partida de volta, conseguindo arrancar apenas quatro empates dos rivais no período de 1982 a 2013.

A última vez em que um revés no Morumbi custou uma classificação foi na semifinal da Copa Sul-Americana de 2013, quando o time ainda era treinado por Muricy Ramalho. O São Paulo chegou a abrir o placar contra a Ponte Preta, mas sofreu a virada e caiu por 3 a 1. No jogo de volta, realizado em Mogi Mirim, o empate em 1 a 1 não foi suficiente.

Já o confronto que iniciou o tabu quebrado pela equipe de Juan Carlos Osorio foi pelo Campeonato Brasileiro de 1982. Nas quartas de final do torneio nacional, o Tricolor perdeu no Morumbi para o Guarani por 1 a 0 e saiu do Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, com novo tropeço: 2 a 0 para os bugrinos.

O adversário são-paulino nas quartas de final da Copa do Brasil deste ano só será conhecido após sorteio, marcado para acontecer na próxima segunda-feira. Os duelos devem acontecer nos dias 23 e 30 de setembro, mas os horários também só serão conhecidos neste dia 31. A melhor participação tricolor no torneio nos últimos anos foi em 2012, quando caiu na semi para o Coritiba.


Ao golear o Ceará por 3 a 0 no Castelão na noite da última quarta-feira, o São Paulo conseguiu um feito inédito em sua história. Foi a primeira vez em que o clube conseguiu se classificar em uma competição eliminatória após ser derrotado em casa na primeira partida. O Tricolor havia caído por 2 a 1 no Morumbi, mas conseguiu reverter a vantagem do Vozão e avançou às quartas de final da Copa do Brasil.

Até a classificação sobre o time nordestino em Fortaleza, os são-paulinos haviam enfrentado esse cenário de iniciar um mata-mata com derrota como mandante em 11 ocasiões. Em sete ocasiões, a equipe da capital paulista também perdeu a partida de volta, conseguindo arrancar apenas quatro empates dos rivais no período de 1982 a 2013.

A última vez em que um revés no Morumbi custou uma classificação foi na semifinal da Copa Sul-Americana de 2013, quando o time ainda era treinado por Muricy Ramalho. O São Paulo chegou a abrir o placar contra a Ponte Preta, mas sofreu a virada e caiu por 3 a 1. No jogo de volta, realizado em Mogi Mirim, o empate em 1 a 1 não foi suficiente.

Já o confronto que iniciou o tabu quebrado pela equipe de Juan Carlos Osorio foi pelo Campeonato Brasileiro de 1982. Nas quartas de final do torneio nacional, o Tricolor perdeu no Morumbi para o Guarani por 1 a 0 e saiu do Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, com novo tropeço: 2 a 0 para os bugrinos.

O adversário são-paulino nas quartas de final da Copa do Brasil deste ano só será conhecido após sorteio, marcado para acontecer na próxima segunda-feira. Os duelos devem acontecer nos dias 23 e 30 de setembro, mas os horários também só serão conhecidos neste dia 31. A melhor participação tricolor no torneio nos últimos anos foi em 2012, quando caiu na semi para o Coritiba.