Lucas Fernandes

Lucas Fernandes tem se destacado no São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

LANCE!
03/04/2016
08:05
São Paulo (SP)

Em maio às más atuações do São Paulo, dois jogadores tem se destacado entrando no decorrer das partidas: o meia Lucas Fernandes, de 18 anos, e o atacante Kelvin. Contra o Oeste, no último sábado, a dupla foi importante para a virada que veio no fim do jogo, ganhou elogios do técnico Edgardo Bauza, mas o argentino ainda acha cedo para promovê-los como titular. Assim, devem continuar no banco contra o Trujillanos (VEN), na próxima terça-feira, pela Libertadores.

- Estamos jogando de uma maneira, mas nenhum dos dois ainda são para jogar 90 minutos. Estamos treinando. São atletas que logo poderão jogar 90 minutos. Não posso dar a Lucas Fernandes uma responsabilidade maior do que ele pode. Mas tem entrado bem. Se continuar trabalhando dessa forma, a titularidade vai chegar para os dois - afirmou o comandante, após a vitória são-paulina.

Lucas Fernandes entrou nos últimos cinco jogos e deu assistência para Alan Kardec fazer o gol de empate contra o Santos, no clássico na Vila Belmiro, que terminou 1 a 1. Já Kelvin se destacou contra o Linense, na quarta-feira passadao, ao marcar, no fim do jogo, o gol do empate por 1 a 1 contra o Linense, fora de casa.

Contra o Oeste, o atacante deu mais velocidade pelos lados enquanto o meia participou do gol da vitória, ao desviar a bola que parou em Maicon antes de ir para as redes. Ambos dão velocidade ao time, algo que Patón diz estar trabalhando.

- As características dele (Kelvin) provocam isso. É um jogador que temos muito em conta. A velocidade tratamos de usar na medida em que a pessoa pode ter o domínio do jogo, como teve. Mena é muito rápido nos últimos 20 metros, mas para isso o time tem de ter a bola. E fizemos. Controlamos a partida - analisou o argentino.

O São Paulo folga neste domingo e os jogadores se reapresentam na segunda-feira pela manhã no CT da Barra Funda. Só haverá um treino antes do duelo importante contra o Trujillanos, pela Libertadores. Com apenas dois pontos no grupo 2, o Tricolor estará praticamente eliminado caso não derrote a equipe venezuelana no Morumbi. The Strongest (BOL) lidera com sete pontos e o River Plate (ARG) tem cinco.