LANCE!
09/01/2017
13:05
São Paulo (SP)

O goleiro Sidão foi apresentado nesta segunda-feira em Bradenton, nos Estados Unidos, onde o São Paulo realiza a pré-temporada e se prepara para a disputa da Flórida Cup. Empolgado com a chance de defender o Tricolor, o arqueiro contou como foi a ligação feita por Rogério Ceni quando ele ainda estava no Botafogo. O treinador falou diretamente com o jogador para convencê-lo a jogar no Morumbi.

- Foi emocionante. A gente estava concentrado para garantir a vaga na Libertadores, ele acabou me ligando, a ligação estava até ruim, sem muito sinal. E ele colocou o que pensava, dizia que eu tinha potencial para vestir essa camisa, de dar conta do recado, deixou bem claro que não viria para ser titular, teria de brigar pelo meu espaço. É isso que está acontecendo, e espero logo vestir essa camisa - afirmou o goleiro, em entrevista coletiva reproduzida pela ESPN.

Na sequência, Sidão foi perguntado se o motivo de ter gaguejado ao falar com Ceni, então, tinha sido o sinal ruim da ligação.

- Pode ser que tenha sido o sinal. Mas o coração bateu forte mesmo (risos) - brincou.

O goleiro de 34 anos foi apresentado com a camisa 12. Curiosamente, o último a jogar com ela foi Calleri, argentino que agora negocia seu retorno ao clube. Sidão falou da felicidade de defender o São Paulo e contou que chegou a desistir do futebol.

- Cheguei a desistir do futebol em 2007, 2008, estava trabalhando e depois voltei a jogar por conta de um sonho. E agora estou realizando este sonho vestindo a camisa do maior do Brasil, tri mundial, tri da Libertadores, e sou muito grato a Deus por isso - declarou.

Além de Sidão, o São Paulo conta com os goleiros Denis e Renan Ribeiro. No grupo ainda está Thiago, jovem das categorias de base que foi aos Estados Unidos para completar os treinamentos. Lucas Perri, que deve ser o quarto goleiro, está com a Seleção para a disputa do Sul-Americano Sub-20.