LANCE!
30/05/2016
08:00
Santos (SP)

O atacante colombiano Copete e o meia argentino Vecchio já estão em Santos, mas só poderão atuar à partir da 13ª rodada do Brasileirão, quando abre a janela de transferências. O mesmo vale para o zagueiro argentino Fabián Noguera, do Banfield, que chega no dia 1 de julho à Vila Belmiro. Todos estes reforços são aguardados ansiosamente pela comissão técnica do Santos, que lamenta o fato deles não terem chegado antes ao Peixe.

Mas o que realmente incomoda o técnico Dorival Júnior, que não terá Lucas Lima e Gabigol durante a participação da Seleção Brasileira na Copa América, é o fato do Alvinegro não ter conseguido contratar outros reforços anteriormente.

No começo do ano, o Santos negociou com Marquinhos Gabriel e Robinho, mas eles preferiram Corinthians e Atlético-MG, respectivamente. Depois, sondou Marlos Moreno, do Atlético Nacional da Colômbia, além de Clayton, do Figueirense (que foi para o Atlético-MG), Tchê-Tchê (foi do Audax para o Palmeiras), Camacho (foi do Audax para o Corinthians), Alan Kardec e Michel Bastos, ambos do São Paulo.

"Se tivéssemos alguns elementos (reforços), poderíamos minimizar essas saídas."

Se tivesse contratado Marquinhos Gabriel ou Robinho, que foram as prioridades do Santos, Dorival teria peças de reposição de prontidão. Porém, agora ele afirma que vai utilizar os jogadores que já estão no elenco.

- Torcedor quer saber de resultados, de vitórias. Eu alertava para que não acontecesse nesse momento. Se tivéssemos alguns elementos, poderíamos minimizar essas saídas. Não conseguimos. Temos que ter trabalho mais interno, do grupo.

- Temos que trabalhar sabendo das dificuldades, da perda de valores importantíssima. Perdemos Marquinhos Gabriel e Geuvânio e ainda não conseguimos jogadores com esse nível de quando saíram. Temos que conviver com momento difícil e tentar passar da melhor forma possível, para que quando chegue os reforços, e os da Seleção, termos um arranque no campeonato - disse o técnico santista após a derrota para o Internacional na Vila Belmiro, no último domingo.

Dos reforços já contratados, o atacante Rodrigão, do Campinense, deve ser o primeiro a estrear. Como já estava no Brasil, ele não tem limitação de datas para jogar. O centroavante faz exames médicos nesta segunda-feira e deve ser regularizado em poucos dias.