Jogadores do Santos

Para alguns, direitos de imagem não são pagos há dois meses (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Léo Saueia e Russel Dias
04/03/2016
06:55
São Paulo e Santos (SP)

Em busca do bom futebol apresentado no ano passado e de melhores resultados após perder para o Red Bull, as preocupações do Santos às vésperas de enfrentar o Corinthians não são só com futebol. Internamente, o ambiente do Peixe tem alguns problemas a serem resolvidos.

Na manhã de ontem, alguns jogadores confirmaram atraso de pagamentos referentes aos direitos de imagem e premiação, como bicho (bonificação por cada jogo feito).

Conforme o LANCE! apurou, o dinheiro referente aos direitos de imagem (parte do salário) está atrasado em duas parcelas. O presidente Modesto Roma Júnior, que não tinha uma reunião com todo o elenco desde o fim de 2015, por conta de seus problemas de saúde no início deste ano, esteve no CT Rei Pelé na última quarta-feira e prometeu aos atletas que a quitação desses valores deverão ser feitas até hoje, dois dias antes de encarar o Timão, na Vila.

- Não vamos entrar em campo pensando quando o presidente vai pagar a gente. Temos comprometimento com torcida. Queremos jogar futebol - minimiza Gabigol.

Porém, não é só parte do pagamento que aflige o ambiente. Para agravar a situação, a relação da comissão técnica e parte do elenco não é amistosa com o representante da diretoria no futebol, o superintendente de esportes, Dagoberto dos Santos, quem está no CT diariamente e viaja a todos os jogos.

Além de ele não ter tratado de algumas contratações com Dorival Júnior, como a do argentino Maxi Rolón, alguns jogadores se queixam do tratamento que o dirigente lhes dá.

Outro motivo para o presidente Modesto Roma ir ao centro de treinamento foi para esclarecer qualquer mal estar em relação a Ricardo Oliveira, que mesmo propenso a jogar na China, teve de permanecer no clube, já que o Santos não finalizou a negociação que daria ao jogador R$ 50 milhões em dois anos. 

Como se não bastasse tudo isso, ao alegar que a reunião era para esclarecer a permanência de Ricardo Oliveira, o clube foi surpreendido com um comunicado da assessoria de imprensa do jogador ao site Globoesporte.com, que revelou que o motivo do encontro era para tratar de pagamentos atrasados, o que irritou a cúpula santista.

Se é possível ignorar tudo isso na hora em que a bola rolar, nada melhor que uma vitória sobre o Corinthians na Vila Belmiro para trazer mais paz aos ânimos santistas.

Filme antigo... final feliz?