Gabriela Brino
08/10/2017
06:00
Santos (SP)

O presidente Modesto Roma Júnior declarou neste sábado que, para reforçar o Santos em 2018, tem preferência por jogadores em final de contrato e que custem pouco. Nino Paraíba, da Ponte Preta se encaixa no perfil e interessa ao Peixe.

Com a ideia de reforçar o elenco gastando pouco, o lateral direito está na mira do Peixe. No entanto, apesar de não ser uma opção barata, Robinho também é um nome cotado. Ambos estão em final de contrato e precisaria apenas acertar o salário.

No caso de Robinho, o Santos ofereceria o teto salarial (entre 200 a 300 mil), mas o presidente já disse que não assediará o jogador, que tem vínculo com o clube mineiro. No caso do lateral, o atleta receberia um pouco acima de 70 mil, valor de seu salário na Macaca.

Sem a certeza da renovação de Ricardo Oliveira e Lucas Lima, o presidente santista prevê ao menos cinco reforços para a próxima temporada. A ideia é ter mais um lateral-esquerdo, um volante, um meia, um ponta e um centroavante.

Ainda que trate de reforços para a próxima temporada, Modesto Roma mandato só até o fim de 2017. No próximo dia 9 de dezembro, ele buscará a reeleição no pleito que acontecerá no clube e definirá o presidente pelo triênio  2018/19/20.