Russel Dias
13/02/2016
22:55
Santos (SP)

Confuso. Assim foi o jogo entre Novorizontino e Santos, na noite de ontem, em Novo Horizonte. Com os dois times abertos e fortes no ataque, o Peixe começou vencendo, o Tigre virou, mas o jogo acabou 3 a 3.

Sem Paulinho, sem condições de jogo, o lema do técnico Dorival Júnior foi: quem não tem Robinho, caça com Patito. Porém, a ideia de colocar o atacante argentino durou pouco mais de 45 minutos.

O Novorizontino “apelou” até para um cachorro policial. Na beira do campo, o animal chegou a assustar Gabigol com latidos e, por isso, teve ate que deixar o gramado.

Dentro das quatro linhas, era Deda o responsável em ser o cão de guarda da defesa do Novorizontino. Mas recuperado do “susto”, Gabreil abriu o placar aos 39 do primeiro tempo, após belo lançamento de Renato e passe de Ricardo Oliveira.

Mas o time da casa logo mostrou que também mordia! Aos 7 minutos do segundo tempo, Gabigol deixou Paulinho livre para avançar e ele chutou. A bola sobrou para Pereira empatar a partida.

A partir daí, o jogo ficou mais aberto e nem o técnico Guilherme, do Novorizontino, nem Dorival Júnior, recuaram suas equipes.

E deu resultado. Sem conseguir alcançar seus companheiros, Lucas Lima correu, driblou quatro marcadores, invadiu a área e deixou o Peixe na frente do marcador novamente.

Foi aí que o técnico Guilherme avançou ainda mais o Tigre e colocou Fagner e Lima em campo. O primeiro deles fez o seu gol aos 22 da segunda etapa após receber bom passe de Rayllan e vencer Vanderlei.

Quatro minutos depois do empate foi a vez de Lima mostrar resultado. Ele acertou um chute de longe por cima de Vanderlei e virou.

Mas deu tempo para o Santos reagir. Após falta próxima à área, Victor Ferraz mostrou que valeu a pena as repetições diárias. Na bola parada, ele garantiu o 3 a 3 e livrou o Peixe de conhecer sua primeira derrota no ano. Já o Tigre ainda não sabe o que é vencer no Paulistão deste ano.

FICHA TÉCNICA
NOVORIZONTINO 3 X 3 SANTOS

Local: Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP)

Data-Hora: 13/2/2016 - 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho
Auxiliares: Herman Brumel Vani e Fabrício Porfirio de Moura
Público-Renda: 8.505 pagantes / R$ 300.014,00
Cartões amarelos: Lima (NOV), (SAN)
Gol: Gabriel 39' 1ºT (1-0), Pereira 7' 2ºT (1-1), Lucas Lima 12' 2ºT (1-2), Fagner 22' 2ºT (2-2), Lima 26' 2ºT (3-2), Victor Ferraz 39' 2º T (3-3)

NOVORIZONTINO: Anderson, Éder Sciola, Domingues, Jéci e Paulinho; Deda (Fagner 15'2ºT) , Adriano, Pereira e Rayllan; Wesley (Lima 19' 2ºT) e Roberto (Cléo Silva 20' 2ºT). Técnico: Guilherme Alves

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Serginho 35' 2ºT), Renato e Lucas Lima; Pato Rodríguez (Vitor Bueno 14'2ºT), Ricardo Oliveira e Gabriel (Neto Berola 33' 2ºT). Técnico: Dorival Júnior