Léo Saueia e Russel Dias
24/02/2016
17:40
São Paulo e Santos (SP)

Para aceitar vender o centroavante Ricardo Oliveira ao Beijing Guoan, da China, o Comitê de Gestão do Santos se reuniu na tarde desta quarta-feira com o presidente Modesto Roma Júnior e fixou o valor para negociar o camisa 9: 12 milhões de euros (R$ 53 milhões).

Como a janela de transferências para o futebol chinês se encerra nesta sexta-feira, os dirigentes do Beijing Guoan precisam enviar uma proposta oficial ao Peixe até esta quinta, por conta do fuso horário. Até o momento, o clube chinês tratou diretamente com o jogador e irritou profundamente o mandatário santista, que garantiu enviar uma notificação à Fifa contra o assédio.

Antes da reunião com o Comitê de Gestão, o presidente Modesto Roma Júnior se reuniu com o centroavante Ricardo Oliveira e com um de seus representantes na Vila Belmiro. Do camisa 9, Modesto ouviu o desejo de aceitar a proposta chinesa, que ofereceu salários em torno de R$ 1 milhão mensais.

- Não ficou resolvido muita coisa. Disse que iria conversar com o pessoal de Comitê de Gestão, porque é uma decisão compartilhada. Conversei, eles fixaram um valor para a saída do Ricardo, que é menor do que a multa, porque reconhecemos a idade dele, mas reconhecemos que é capitão do time, artilheiro, jogador de seleção, por isso fixamos a saída em 12 milhões de euros - explicou o mandatário santista em sua sala, na Vila Belmiro. 

Irritado com a postura dos chineses, que nem sequer consultaram o Santos e foram diretamente negociar com os representantes do atleta e seduzi-lo com alta oferta salarial, o mandatário santista já enviou uma notificação à Fifa e mandou um recado aos dirigentes chineses.

- Eu acho que os chineses precisam aprender que os clubes do Brasil não são mercado chinês. Não é chegar e levar e pronto. Por isso estamos fazendo uma notificação contra o clube pelo assédio e vamos encaminhar ao clube. Já enviamos a notificação à Fifa. Chega de querer fazer do Brasil uma palhaçada. Quer levar? É 12 milhões de euros - bradou Modesto.

Caso o negócio não seja fechado a tempo, já que restam menos de 24 horas para que a janela feche, Modesto Roma não acredita na insatisfação de Ricardo Oliveira dentro do elenco e ainda garantiu não ter mágoas do atacante por externar seu desejo de deixar o clube.

- Ricardo é um homem de palavra, digno, nunca vou pensar que ele faria isso (ficaria insatisfeito no elenco). Ele não é um canalha. Faz parte do jogo. Nos abraçamos no final e ele foi embora - revelou.