LANCE!
13/11/2017
22:50
Santos (SP)

Mesmo perdendo para a Chapecoense por 1 a 0, o técnico Elano decidiu tirar Lucas Lima, um dos jogadores mais importantes do Santos, logo aos sete minutos do segundo tempo. Isso aconteceu dias depois do treinador ter cobrado o camisa 10 após a derrota para o Vasco.

No entanto, após a derrota por 2 a 0, Elano esclareceu que a substituição foi exclusivamente tática, pois o time buscava jogadas laterais, e Jean Mota treinou pelos lados do campo.

- Trato a todos igual. Fiz uma mudança técnica. O Jean treina pelo lado e tentamos criar alternativas. Não é nada direcionado a ele. Foi uma decisão técnica. Ninguém fica contente quando sai. Ele saiu normal. A maior chateação é a derrota. Tenho direito de tirar e colocar quem é melhor. Coloquei o Jean porque também treinou. Aqui é um grupo e temos que vencer na quinta-feira - disse.


A derrota fez o Santos dar adeus à chance de título do Brasileirão. Com isso, Elano mudou os objetivos do clube e ressaltou que a briga agora é pelo G4.

- Vamos buscar a Libertadores. Temos condições. Estamos em 4º e podemos ir direto para a fase de grupos. Vamos erguer a cabeça contra o Bahia.

Por fim, o técnico concluiu a situação de Lucas Lima e disse que, se tivesse uma situação de fim de contrato, parecida com a do meia, já teria se decidido antes.

- Não passo, defino antes. Cada um tem sua maneira de se comportar. Eu coloco quem for melhor para o Santos. A substituição tem só o lado técnico - finalizou.

O Peixe vai a Salvador encarar o Bahia na quinta-feira, pela 35ª rodada do Brasileirão.