Russel Dias
24/10/2017
06:00
Santos (SP)

Logo após a decisão de manter o técnico Levir Culpi no comando do Santos, presidente, técnico e jogadores se juntaram no estacionamento do CT Rei Pelé em frente á imprensa para mandar a mensagem de união do grupo. Aos jornalistas, Modesto Roma Júnior resumiu sua presença em uma frase:

- Vim aqui para dizer que estamos unidos e focados nos nossos objetivos - afirmou, antes de ser perguntado sobre a situação do treinador que horas antes não tinha sua permanência garantida.

Na prática, além de palavras de incentivo entre atletas e comissão técnica, mudou a participação do presidente no dia a dia do time.

No treino de sábado pela manhã, Modesto esteve presente no banco de reservas, junto de membros da comissão técnica. No domingo, acompanhou a delegação que estava concentrada no CT no mesmo ônibus e chegou à Vila Belmiro junto dos jogadores para o jogo contra o Atlético-GO, vencido por 1 a 0. O objetivo do dirigente é estar presente para o grupo até o fim do ano.

Na segunda-feira anterior, o Peixe passou por problemas internos. Após empatar com o Vitória no Pacaembu, o atacante Kayke cobrou o superintendente de esportes, Dagoberto dos Santos, sobre uma premiação que seria paga aos jogadores em caso de vitória. No mesmo dia, Zeca postou em redes sociais um conteúdo considerado ofensivo, mas a situação foi contornada na viagem para Recife, na quinta-feira. Mesmo assim, Modesto quer estar a par de todos os acontecimentos e, se possível, estar presente em todos os jogos e treinamentos.

Desde 2015, quando assumiu a presidência, Modesto acompanhou a delegação em algumas viagens em jogos mais importantes. Na Vila Belmiro, ele tem um camarote à beira do campo passa assistir a todas as partidas em casa.

Em contato com a reportagem, o dirigente confirmou a aproximação, mas não quis dar detalhes da decisão.

- É um momento importante para estarmos juntos - resumiu.

Normalmente, representam a diretoria em todos os jogos o superintendente Dagoberto e o coordenador de futebol, Alexandre Ceolin, que também cuida da logística dos jogos fora de casa.