Peres

Peres não promete Robinho de volta ao Santos (Foto: Pedro Ernesto)

LANCE!
11/12/2017
11:53
Santos (SP)

Diferentemente da gestão de Modesto Roma, que insistiu na negociação com Robinho para reforçar o Santos em 2018, o recém-eleito José Carlos Peres não cogita o retorno do ídolo para a Vila Belmiro. 

O novo presidente citou o problema na Justiça vivido pelo atacante. Em novembro deste ano, o jogador de 33 anos foi condenado (em primeira instância) a nove anos de prisão por "violência sexual em grupo", com mais cinco homens, contra uma mulher albanesa de 22 anos.


- Não prometi Robinho. Entendo que é um jogador identificado, tem que ser bem tratado na Vila, é um ídolo, mas há essa questão da Itália. Robinho tem que se defender. Se estiver culpado, terá que pagar. Não podemos massacrar quem está em julgamento. Ele tem todo direito de se defender na segunda instância. Quem sou eu para julgar esse caso? Não conheço. Espero que ele seja inocente, mas isso não tem nada a ver com contratação nesse momento. Não está em cogitação - explicou em entrevista a ESPN.

- Pode até acontecer nos próximos dias, uma boa proposta dele pra gente, um salário condizente. Hoje não existe negociação. Podem anotar e me cobrar. Amanhã? Não sei. Ele disse que estava em negociação, sim, mas nunca prometi. Talvez não esteja no perfil que queremos no novo Santos. É um perfil de boa imagem, no Brasil e exterior, sem aventuras. Não podemos trocar o valor do nosso clube por uma decisão - complementou.


Outro caso indefinido é o de Zeca, que ganhou o último processo que tramitou na Justiça contra o Santos e recebeu um habeas corpus, que o liberou para assinar com qualquer time. Porém, por faltar em vários treinos no CT Rei Pelé  o clube da Baixada pode cobrar em uma futura negociação a multa rescisória de R$ 50 milhões de reais para o futebol nacional e 50 milhões de euros (R$ 193 milhões) para o internacional.

- Vamos procurar entender a questão do Zeca. Tenho uma reunião c/ o Modesto para falar sobre isso. Espero que o jogador reveja a questão de se afastar do Santos, ele é um patrimônio do clube. Amanhã vou ter maior conhecimento sobre o caso - concluiu.

Peres conta com a ajuda de Roma para conseguir a transição ainda nesta semana e iniciar o processo de escolha do técnico, reforços e planejamento para 2018.