Leandro Damião

Atacante marcou 11 gols em 44 jogos pelo Santos em 2014 (Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

Léo Saueia
29/01/2016
19:21
São Paulo (ESP)

Apesar de estar considerado livre para acertar com o Real Betis, da Espanha, o centroavante Leandro Damião pode voltar a ser jogador do Santos. Em acordo firmado nesta sexta-feira no TST, em Brasília, o estafe do centroavante se comprometeu a reconstituir o contrato com o Peixe, caso ele não seja negociado pelo clube espanhol dentro de 18 meses.

Aguardando assinatura de seu contrato com o Betis, que deve acontecer entre esta sexta e segunda-feira, Damião terá 18 meses para mostrar seu valor e originar uma negociação. Caso seja transferido, 90% do valor será destinado ao Alvinegro, e o clube espanhol teria direito aos outros 10%. Entretanto, se ultrapassar o período sem ser vendido, Damião não entrará em campo obrigatoriamente pelo Peixe, já que uma cláusula dá prioridade a um novo empréstimo a qualquer outro clube. 

Apesar do acordo firmado nos tribunais, o ministro vice-presidente do TST, Ives Granda, havia garantido que a liminar que obrigava o jogador a desembolsar R$ 65 milhões ao Santos caso acertasse com um novo clube seria cassada independentemente de um consenso entre as partes. Desta maneira, Damião seria jogador do Betis de qualquer forma.

O jogador já está em Sevilha, na Espanha, e já realizou exames médicos em seu novo clube. Restam agora os últimos detalhes para assinatura do contrato e para que, enfim, Damião volte a exercer sua profissão, longe de disputas nos tribunais.