Apresentação - Vitória x Portuguesa

 Vitória e Portuguesa lutam pela vaga na terceira fase da Copa do Brasil

Melissa Gargalis 
18/05/2016
14:59
São Paulo (SP)

A ameaça de que Portuguesa não entraria em campo para o jogo diante do Vitória pela Copa do Brasil ficou para trás. Depois de empatar por 0 a 0 no Canindé, na terça-feira passada, o time está com boas expectativas para conseguir a classificação nesta quinta-feira, quando volta a encontrar a equipe baiana pela segunda fase da competição.

Para o jogo que acontece às 21h30 (horário de Brasília), no Barradão, a Portuguesa precisa de uma vitória simples ou até mesmo um empate com gols para classificar. Para o volante Boquita, a Lusa deve repetir a mesma estratégia do primeiro confronto.

- Estudamos a equipe do Vitória, vimos o jogo deles de novo e temos que usar a mesma estratégia que usamos aqui no Canindé, que é marcar muito forte, mas procurar o gol. Criamos oportunidades no jogo daqui, mas a única coisa que faltou foi esse gol. Fizemos o que o nosso treinador pediu, então acredito que temos tudo para fazer um bom jogo e buscar a classificação - disse o jogador, ao LANCE!

Mesmo com os salários ainda em atraso, os jogadores estão focados para sair de Salvador com um resultado positivo. De acordo com Boquita, o atual presidente da Portuguesa, José Luiz Ferreira, conversou com os atletas e pediu um prazo maior para a efetuação dos pagamentos.

- Estamos conversando aqui dentro, tivemos uma conversa com o novo presidente, demos esse voto de confiança para ele. O presidente disse que em breve vai acertar tudo o que tem para acertar. Fora isso, estamos bem cientes do que temos que fazer, sabemos da nossa responsabilidade - afirmou o volante.

A Portuguesa treinou na manhã desta quarta-feira e o técnico Anderson terá três desfalques: o lateral esquerdo Anderson, o volante Milton Júnior e o meio-campista Moacir. Desta forma, o treinador tende a repetir a mesma escalação do primeiro jogo contra o Vitória, com Luís Carlos; Digão, Guilherme Almeida, Talis e Cesinha; Ferdinando; Diego Gonçalves, Boquita, Caio Cézar, Gustavo Tocantins e Bruno Mineiro.

Por outro lado, o Vitória focou no treinamento de cobranças de pênaltis. Um novo empate por 0 a 0 leva a decisão para as penalidades. A equipe comandada por Vágner Mancini também deve apostar na mesa formação utilizada na semana passada, com Wallace; Victor Ramos, Ramon, Diego Renan e José Welison; Amaral, Marcelo, Alípio, Tiago Real; Kieza e Vander.