Eduardo Baptista

Eduardo Baptista deve manter escalação contra o Botafogo (Foto: Divulgação/Ponte Preta)

RADAR/LANCE!
25/11/2016
14:07
Campinas (SP)

A Ponte Preta já não tem grandes metas no Campeonato Brasileiro, mas deve ir com força máxima para enfrentar o Botafogo neste sábado, pela penúltima rodada da competição nacional. 

Sem mistério, o técnico Eduardo Baptista levará a campo o mesmo grupo que foi titular durante os treinos ao longo da semana. Apesar de fechar a atividade desta sexta-feira, no Moisés Lucarelli, o treinador confirmou que Ravanelli será a única alteração na equipe que venceu o Fluminense no último domingo. O meia assume a vaga de Wendel, que está suspenso. 

– É o Ravanelli que joga, até porque vem em processo de evolução. Cabe a gente dar continuidade a isso. Entrou bem no jogo contra o Fluminense, teve uma semana boa, jogou no sub-20 em uma função que a gente pensa para ele. Treinou bem, vai dar continuidade. Sai o Wendel, entra o Ravanelli – disse o comandante da Macaca. 

Em relação ao posicionamento dos últimos treinos, diferente do que fez no jogo contra o Fluminense, na última rodada, Eduardo armou o ataque com Pottker mais centralizado, e Rhayner aberto pela direita. Desta forma, a Ponte terá a a seguinte formação: Aranha; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Antônio Carlos e Breno Lopes; João Vitor, Matheus Jesus e Ravanelli; Clayson, Rhayner e Pottker.

Perguntado se não seria o momento de dar oportunidade para os atletas que continuarão no elenco em 2017, o treinador desconversou e disse que a prioridade é terminar a competição na melhor posição possível.

– É o mesmo time que está jogando há quatro, cinco jogos atrás. Algumas posições a gente faz algum tipo de mudança, tenta trocar em caso de suspensão. O grupo está focado para acabar bem o campeonato. Quando acabar o jogo do Coritiba (dia 4, na última rodada), a gente vai sentar e definir essas situações direitinho – afirmou.

A Ponte Preta está na décima colocação, com 49 pontos. Neste sábado, a Macaca enfrenta o Botafogo, às 20h (de Brasília), no Estádio Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro, em jogo válido pela penúltima rodada do Brasileirão.