Fellipe Lucena e Thiago Ferri
28/08/2017
21:34
São Paulo (SP)

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, indicou que Felipe Melo deve, de fato, ser reintegrado ao elenco. Depois de inicialmente despistar, o dirigente disse "ter certeza" de que o meio-campista quer voltar a jogar pelo Verdão e mostrou seu desejo de ter o camisa 30 novamente à disposição.

- A posição oficial do atleta não veio a público ainda, mas nós temos certeza que o Felipe quer jogar no Palmeiras, quer voltar a vestir a camisa. Em pouco tempo de clube ele criou uma empatia com a torcida. Temos certeza que ele quer volta a jogar pelo Palmeiras - disse o dirigente durante a festa de aniversário do Palmeiras, na noite desta segunda.

O contrato de Felipe Melo vence no fim de 2019. O diretor de futebol Alexandre Mattos teve uma reunião com os advogados do jogador para discutir a possibilidade de rescisão amigável, mas não houve acordo. O iminente retorno do jogador à rotina do elenco é também uma forma de evitar uma briga judicial, já que o Palmeiras foi notificado extrajudicialmente por ele, que cobrava a reintegração e alegava não estar recebendo as mesmas condições de trabalho dos demais.

- Existe realmente uma preocupação (com a parte jurídica), mas o Felipe foi contratado por sua história, por sua qualidade, pelo jogador que é. Eu não colocaria (a possibilidade de reintegração) só na questão jurídica. Estamos conversando, vamos aguardar - acrescentou.

Na semana passada, Alexandre Mattos e Cícero Souza, gerente de futebol, mediaram uma reunião entre o jogador e Cuca. O técnico ouviu o pedido de desculpas de Felipe, que em um áudio vazado o chamou de mau caráter e mentiroso, e agora admite tê-lo novamente no elenco. Ainda assim, é improvável que o técnico utilize o camisa 30 no restante da temporada.

Felipe Melo está de folga com sua família em Jericoacoara (CE), e a expectativa é de que ocorra uma nova reunião após a janela de transferências fechar. Até hoje, o Palmeiras não recebeu nenhuma proposta pelo atleta.

Ainda de acordo com o presidente, nenhum jogador deixará o Palmeiras nesta janela de transferências. A maioria dos mercados do exterior fecham no dia 31 de agosto.