HOME - Palmeiras x Vasco - Campeonato Brasileiro - Riascos e Nenê (Foto: Reginaldo Castro/LANCE!Press)

'Lento', como disse o goleiro, Palmeiras perdeu para o Vasco no Allianz Parque (Foto: Reginaldo Castro/LANCE!Press)

LANCE!
08/11/2015
19:19
São Paulo (SP) 

A terceira derrota seguida do Palmeiras no Campeonato Brasileiro jogou um balde de água fria nos planos do elenco em pensar na vaga à Libertadores da América de 2016 pelo G4 da competição. Ciente do nono lugar palmeirense na tabela, o goleiro Fernando Prass quer grupo sendo mais pressionado e cobrado para reagir na decisão da Copa do Brasil, contra o Santos e "salvar o ano". 

- Nossos erros já nos custaram essa vaga no G4, então agora temos que nos cuidar para que não custe também na Copa do Brasil. Tomara que aumente a pressão, estamos precisando disso, de pressão de cobrança. Estamos muito devagar, estivemos muito abaixo do que podemos ser - disse, logo após a derrota palmeirense para o Vasco, no Allianz Parque, neste domingo.

Para o goleiro, líder do elenco alviverde, o problema é muito mais amplo do que simplesmente a tática ou a técnica. Prass acredita ser preciso preparar os jogadores mentalmente para que a reação em campo seja possível nas seis partidas restantes da temporada, duas da decisão contra o Peixe e mais quatro pelo Brasileirão. 

- Eu já tenho essa opinião há muito tempo. Todo mundo treina as mesmas coisas, vem e vai treinador, tática é o mesmo. O que faz a diferença é parte mental e não estamos com mental forte - completou. 

O próximo compromisso do Palmeiras no Campeonato Brasileiro é no dia 18 de novembro, contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. 

Nenê - Vasco (Foto: Reginaldo Castro/L!Press)
Tá vivo! Vasco vence o Palmeiras e fica perto de fugir da degola