Corredor Alviverde (FOTO: Divulgação)

Torcedores fizeram recepção histórica ao time antes da final da Copa do Brasil (FOTO: Divulgação)

Fellipe Lucena
02/03/2016
17:20
São Paulo (SP)

O esperado Corredor Alviverde para recepcionar o ônibus do Palmeiras antes do jogo contra o Rosario Central (ARG), nesta quinta-feira, não deve mais acontecer. Por questões de segurança, a Polícia Militar orientou os organizadores a cancelarem o evento, que já tinha mais de 3 mil pessoas confirmadas, sob o risco de serem acionados no Ministério Público.

O LANCE! entrou em contato com o 2º Batalhão de Choque da PM, que confirmou ter enviado um e-mail aos palmeirenses que estão à frente do Corredor, mas avisou que não tem autorização para detalhar a recomendação que foi feita. 

Na terça-feira, em reunião com a Polícia Militar, os torcedores ouviram que não poderiam repetir o que foi feito na final da Copa do Brasil, quando a Avenida Fracisco Matarazzo foi completamente fechada para veículos, o que obrigou o próprio ônibus do Palmeiras a fazer outro trajeto. O acesso do público ao estádio também ficou muito prejudicado.

A recomendação inicial era para que apenas a calçada da Francisco Matarazzo fosse ocupada, no percurso que vai do shopping Bourbon ao início das bilheterias da arena, alguns metros antes da esquina com a Rua Padre Antônio Tomás, onde o ônibus vira para entrar. Com a nova orientação, os torcedores devem cancelar a promoção do evento nas redes sociais.