William Correia
23/09/2017
07:00
São Paulo (SP)

Edu Dracena, Egídio e Mayke. Se qualquer um desses três levar cartão amarelo contra o Fluminense, neste domingo, no Maracanã, Cuca perderá um titular para enfrentar o Santos, no dia 30, no Allianz Parque, clássico que é confronto direto na briga pelo título brasileiro, na contas do Palmeiras.

O técnico quer que o Verdão atinja o aproveitamento mais próximo possível dos 100% nas próximas cinco rodadas, mas não há dúvida da importância do clássico do dia 30. Dependendo dos resultados deste fim de semana, o jogo contra o Santos pode firmar o Palmeiras na vice-liderança da competição, além de diminuir a vantagem para o Corinthians, primeiro colocado, hoje com 13 pontos a mais.

Em relação ao trio pendurado, a maior preocupação é com o contestado Egídio. Michel Bastos tenta se recuperar de infecção na pele e não estará à disposição para o clássico. Caso Egídio receba cartão amarelo neste domingo, as opções como lateral-esquerdo se restarão a Zé Roberto, que Cuca vê como meia atualmente, ou a improvisação do zagueiro Juninho.

Já Mayke, apesar de ter características mais ofensivas, poderia ser substituído por Fabiano, lateral-direito de origem. No caso de Edu Dracena, Luan e Antônio Carlos seguem como alternativa enquanto Mina se trata de fratura no pé esquerdo.

Mas os três não são os únicos pendurados. A lista tem ainda nomes que devem ficar no banco neste domingo, como o zagueiro Luan (acaba de volta de suspensão por ter sido expulso contra o Atlético-MG), o volante Bruno Henrique e os atacantes Keno e Róger Guedes. Os volantes Felipe Melo e Gabriel Furtado também têm dois amarelos, mas dificilmente viajarão ao Rio de Janeiro.

Para enfrentar o Fluminense, Cuca já confirmou a escalação como Willian como única novidade após cumprir suspensão na vitória sobre o Coritiba, na segunda-feira - entra no lugar de Keno. O Verdão vai a campo com: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Tchê Tchê, Jean, Moisés e Dudu; Willian e Deyverson.