Luan jogou pela primeira vez no ano (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Luan jogou pela primeira vez no ano (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
05/06/2016
19:36
São Paulo (SP)

O Palmeiras estava sendo dominado pelo Flamengo quando Cuca chamou o atacante Luan. Muitos torcedores estranharam, já que o atacante ainda não havia sido utilizado neste ano e não jogava uma partida de futebol desde setembro de 2014, quando rompeu o tendão de aquiles da perna esquerda, mas a aposta deu certo. O Verdão voltou a ser melhor e marcou o gol da vitória em Brasília.

– No segundo tempo, não sei se pelo gás (de pimenta, usado pela polícia para conter uma confusão), entramos um pouquinho morosos. Até fazer a mexida, nós não tínhamos criado nada e o Flamengo tinha mais a bola. Colocamos o Luan (na vaga do volante Matheus Sales) e o Tchê Tchê ficou de primeiro volante para termos uma saída de bola mais qualificada com o Moisés. Tomamos conta do jogo, até fazer o gol – explicou Cuca, que contou o que pretendia ao usar Luan pela esquerda.

- O Rodinei parou de atacar quando entrou o Luan, passou a ter um cara ali que ia incomodar. O Luan prendeu a bola, participou bem do jogo. Não é fácil um jogador ficar um ano e quatro meses sem jogar uma partida, nenhum minuto (na verdade, um ano e oito meses). O Luan ficou. Conversei com ele: “como você está para entrar, Luan?”. Ele disse: ”pode confiar em mim”. Geralmente o jogador fala: “não sei professor, faz muito tempo”. Quando ele fala que pode confiar, a gente fica feliz, é guerreiro. É bom a gente ter - exaltou.

Não foi só a presença de Luan que valorizou o elenco do Palmeiras. O time que começou jogando no Mané Garrincha tinha três alterações em relação ao da vitória por 4 a 3 sobre o Grêmio, na quinta-feira: Thiago Martins, Fabrício e Róger Guedes substituíram Thiago Santos, Zé Roberto e Alecsandro, que ontem nem saíram do banco. O técnico comentou:

- O Fabrício está descansadinho, o Zé vinha de duas batalhas duras. Como o Zé tem 41, é bom você dar uma freada. Hoje eu tenho os dois. Quem eu puser, estou meio certo e meio errado. Essas coisas que são boas. No meio da semana eu usei o Thiago Santos, hoje usei o Thiago Martins. Todos os dois estão bem, então a gente não está queimando ninguém. Estou usando o elenco conforme a necessidade e tem dado certo.

Para o Dérbi do próximo domingo, no Allianz Parque, Cuca deverá ter Edu Dracena, Egídio e Barrios à disposição novamente, todos liberados do DM. Por outro lado, o zagueiro Vitor Hugo recebeu o terceiro amarelo e cumprirá suspensão.