Thiago Ferri
23/09/2016
09:30
São Paulo (SP)

A atuação não foi das melhores, mas o time reserva do Palmeiras voltou de João Pessoa (PB) com a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil na bagagem. Em São Paulo, os titulares seguiram treinando e conseguiram um respiro antes da volta ao Brasileiro. Por se manter na outra competição e descansar seus principais atletas, o Verdão considera que o planejamento foi muito bem-sucedido.

Depois de cinco clássicos nacionais no Brasileiro, o clube viajou sem 11 jogadores que costumam ser usados por Cuca. Nos últimos dois dias, eles ficaram na Academia de Futebol sob os cuidados do auxiliar Alberto Valentim, do preparador físico Omar Feitosa e da nutricionista Alessandra Favano. Além de treinos técnicos com o time sub-20, o elenco conseguiu uma semana para recuperar-se de qualquer problema físico e descansar depois de uma sequência bem desgastante.

– Eu estava comparando: jogar quarta, domingo e quarta, e jogar domingo e domingo. É a mesma coisa que ter um cavalo de corrida e disputar um grande prêmio no domingo, ou ter dois grandes prêmios, um no domingo e um na quarta. Em qual você tem mais chance de ganhar? Não sou esperto no assunto, mas o cavalo mais descansado vai ter mais chances naquele dia – analisou Cuca, após a partida de quarta.

Moisés e Gabriel Jesus, os principais nomes do Palmeiras na melhor campanha do Brasileiro atual, são os mais favorecidos por este intervalo com apenas treinos. Vitor Hugo, Mina, Tchê Tchê e Dudu são outros que também aproveitaram este período (veja mais ao lado).

Hoje, o Palmeiras faz o último trabalho antes de enfrentar o Coritiba, que na quarta-feira perdeu em casa para o Belgrano, da Argentina, pela Sul-Americana. Se o time paranaense terá menos tempo para se recuperar, o Verdão deverá chegar ao jogo de amanhã, no Allianz Parque, com o “tanque cheio”.

“Cavalo descansado”, o franco-favorito Verdão se aproxima de cruzar o disco final, como se costuma dizer no turfe. Pelo planejamento feito para a fase decisiva da temporada, Cuca espera que o páreo, no fim, seja alviverde.

QUEM APROVEITOU A PAUSA

Mina

O zagueiro não tem lesão, mas o clube aproveita os intervalos sem jogos para adaptá-lo à forma de trabalho no país. É normal ele realizar fortalecimento muscular quando há semana cheia.
......................
Moisés
Sofreu uma entorse de grau moderado no tornozelo direito na partida de ida contra o Botafogo-PB, mas não perdeu jogos por conta disto. Para seguir em campo, realizou tratamento intensivo, chegou a fazer infiltração e disse após o Dérbi que o local estava incomodado e seria necessário tempo para ‘encher o tanque’.
......................
Gabriel Jesus
Contra o Grêmio, uma pancada gerou uma pequena lesão na coxa esquerda. O problema foi em um músculo que influi pouco nos movimentos, e pelo trabalho de recuperação o camisa 33 pôde enfrentar o Flamengo sem limitações. Suspenso contra o Corinthians, ganhou mais uma semana para recuperar o ápice de sua forma.
......................
Os que mais jogam
Vitor Hugo (24 jogos), Tchê Tchê (25), Jean (23) e Dudu (23) não estão machucados, mas são os titulares que mais jogaram no Campeonato Brasileiro. Nenhum deles viajou para o jogo em João Pessoa (PB).