LANCE!
23/03/2016
06:30
São Paulo (SP)

Do começo de 2015 para cá, muita coisa mudou no futebol. O Leicester virou sensação na Inglaterra, a China espantou o mundo ao contratar grandes craques mundiais e a Fifa se desmantelou. Com a economia da bola não foi diferente, nos últimos 15 meses jogadores se valorizaram e outros perderam valor de mercado. E é justamente sobre eles, especificamente os brasileiros, que falaremos a seguir, com base nos valores do Transfermarkt.

Ex-capitão da Seleção Brasileira, um dos zagueiros mais caros do planeta e apelidado de monstro. A queda de Thiago Silva foi, no mínimo, 'monstruosa'. O jogador do PSG se desvalorizou em 20 milhões de euros em 15 meses, maior perda entre os brasileiros. Ele valia € 40 milhões e agora, apenas € 20 milhões.

Ex-companheiro de Thiago Silva da Seleção na Copa de 2014, Dante também caiu em valor de mercado. O jogador do Wolfsburg se desvalorizou € 12 milhões, mesmo valor de Leandro Damião, hoje no Bétis. Dante vale hoje € 3 milhões e Damião, € 4 milhões.

Outro que esteve no Mundial e caiu no mercado é Hernanes. O meia, hoje na Juventus, valia € 18 milhões e desvalorizou € 10 milhões. Apesar do bom futebol na temporada, Hulk caiu € 8 milhões em valor de mercado, para € 37 milhões. A queda é a mesma do lateral Rafael, ex-Manchester United, hoje no Lyon, valendo € 6 milhões.

Nem mesmo o Barcelona escapa da lista. Adriano perdeu € 6 milhões e hoje vale € 4 milhões. Paulinho, ex-Corinthians, viu seu passe cair de € 16 milhões para € 10 milhões. Entre os times brasileiros, destaque para Cleiton Xavier (€ 6 milhões para € 1,5 milhão) e Cristian (€ 6 milhões para € 2 milhões), de Palmeiras e Corinthians, respectivamente.