BASQUETE FLAMENGO X VASCO

Flamengo e Vasco venceram uma partida cada e aguardam terceiro duelo da decisão (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Jonas Moura
31/10/2016
16:09
Rio de Janeiro (RJ)

Após três dias de indefinições, o terceiro jogo da final do Campeonato Carioca de basquete entre Flamengo e Vasco foi confirmado para o dia 6 de dezembro, às 20h (de Brasília), no Ginásio do Tijuca Tênis Clube. A Federação de Basquete do Estado do Rio de Janeiro (FBERJ) aceitou nesta segunda-feira a sugestão feita pelo Rubro-Negro, que detém o mando de quadra por ter feito melhor campanha na primeira fase.

A proposta do clube foi enviada na tarde da última sexta-feira, um dia após o Cruz-Maltino empatar a série melhor de três em 1 a 1, o que forçou a realização do terceiro duelo. A justificativa para a escolha de uma data tão distante é de que haverá no período uma janela de 10 dias sem partidas do NBB, que começa neste sábado, para as finais da Liga Sul-Americana.

A decisão do Estadual começou na segunda-feira, cercada de problemas. Por causa de uma briga entre torcidas organizadas do Fla durante um dos clássicos na primeira fase, a equipe perdeu o direito de contar com a torcida, após decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ). A diretoria conseguiu efeito suspensivo, mas não a tempo de alterar o local do jogo 1. Na Gávea, com portões fechados, o time aplicou 89 a 87.

A segunda partida aconteceria na quarta-feira, mas acabou adiada em um dia por causa de uma coincidência de datas com o futebol. O Vasco jogaria contra o Avaí pela Série B do Brasileirão na quinta-feira, mas o duelo foi antecipado para quarta-feira, a pedido da TV Globo. A alteração prejudicou o basquete.

Em São Januário, o Cruz-Maltino venceu o rival por 104 a 98. O clube também não pôde contar com torcida, mas por outro motivo: falta de laudos do Corpo de Bombeiros para receber público no local.

O terceiro confronto, que aconteceria na sexta-feira, também foi afetado. Com a autorização para receber seu torcedor, o Fla precisou do aval do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe). Este, por sua vez, comunicou que não teria efetivo suficiente, porque o Fluminense entraria em campo no dia pela Série A do Brasileirão. O mesmo valeria para sábado, por causa de jogo do Botafogo, e para domingo, por ser dia de eleição municipal.

A possibilidade de realizar o confronto decisivo nesta semana também foi descartada, devido a uma série de compromissos dos clubes com a Liga Nacional de Basquete (LNB). A competição começa no sábado.

Até a data marcada, o Flamengo corre o risco de perder o efeito suspensivo que o permite atualmente disputar a série decisiva com portões abertos.