Bruno Njaine

Bruno Njaine foi o campeão geral entre os homens na de Braços Abertos (Foto: Sport Session)

LANCE!
04/07/2016
16:02
Rio de Janeiro (RJ)

Palco da segunda edição do Projeto de Braços Abertos em 2016, a comunidade do Caju, na Zona Norte do Rio de Janeiro, abriu novamente suas portas na manhã deste domingo. Com o entusiasmo habitual, os moradores acolheram as centenas de corredores que estiveram presentes na localidade para participar da tradicional corrida de 6km ou para introduzir seus filhos no meio esportivo por meio da corrida kids (crianças de 1 a 13 anos). Realizado novamente com muito sucesso, o evento teve ​em torno de 1500 participantes e um show de alegria de todos que acordaram cedo no domingo para aproveitar e ​curtir este evento esportivo.

Na largada já era possível ver os variados estilos que estariam presentes na prova. Idosos, jovens e gestantes uniram-se pelo mesmo objetivo. A temperatura amena também auxiliou para que todos completassem o percurso de 6km sem maiores problemas. Ao fim da prova, quatro​ atleta​s​ foram coroados. Entre os homens, Bruno Njaine venceu o geral e Alexandre Rocha faturou o título entre os moradores da comunidade. Já na categoria feminina, Valdenize Rodrigues foi a mais rápida no geral e Maria Rocha Lima abocanhou o primeiro lugar entre as moradoras do Caju.​

Valdenize Rodrigues
Valdenize Rodrigues  venceu no feminino (Foto: Sport Session)

Professor de Educação Física e idealizador do projeto Rota 5k, Bruno Njaine comemorou bastante sua colocação. Especialista em provas de curta distância, ele não se dá por satisfeito com o triunfo e quer conquistar mais vitórias ainda nesta temporada.

- Estou muito feliz com esta vitória. É a primeira vez que corro aqui no Caju, mas estou sempre prestigiando as edições do De Braços Abertos. Acho que o percurso foi muito bem planejado e favoreceu o meu biótipo. Pretendo repetir a dose nas próximas etapas do evento - disse o campeão que teve seu discurso corroborado por Valdenize Rodrigues, campeã no geral feminino.

- Gostei muito da prova, como um todo. Estou bastante satisfeito com a minha performance. Sempre corri provas de longa distância, mas por conta das minhas aulas na faculdade – está cursando Educação Física – não tenho tido muito tempo para treinar, então estou dando mais ênfase aos percursos mais curtos - complementou.

Assessor de eventos da Secretária de Esportes do Rio de Janeiro, Beto Almeida não escondeu sua alegria por completar a prova e reforçou a importância de projetos com o De Braços Abertos para as pessoas que habitam nas comunidades cariocas.

- O Projeto de Braços Abertos é importantíssimo na vida destes cidadãos. Como o slogan já diz tudo isso é por um Rio sem barreiras. Eu estou muito satisfeito por ter completado o percurso e dividido a prova com pessoas que esbanjam alegria e têm vontade de mudar o rumo das coisas. Acho que as empresas têm que ajudar ainda mais esse tipo de iniciativa. A prática esportiva é fundamental na vida dos moradores da comunidade e queremos incentivar cada vez ​mais - concluiu.