Poliana Okimoto - Natação

Poliana conquistou o bronze na maratona aquática na Rio-2016 (Foto: LEON NEAL/AFP)

LANCE!
02/02/2017
19:01
São Paulo (SP)

O ano de 2016 foi marcante na carreira de Poliana Okimoto. Aos 33 anos, a atleta de maratona aquática garantiu a primeira medalha da natação feminina na história dos Jogos Olímpicos, com o bronze conquistado nas águas de Copacabana. Dois meses depois, levou o vice-campeonato da Copa do Mundo, mesmo sem ter disputado duas das sete etapas. Em 2017, Poliana busca iniciar bem o ciclo olímpico de Tóquio 2020.

A caminhada começa já neste sábado, quando disputa a primeira etapa da Copa do Mundo. A prova dos 10 km vai acontecer no Rio Negro, na cidade de Viedma, na Argentina, e vai contar com alguns dos principais nomes da modalidade.

- Acho que o objetivo é me manter entre as melhores do mundo e competir bem, começar o ano em boa forma é importante - afirmou Poliana.

Os treinos de Poliana começaram já no fim de 2016.

- Passei Natal e Ano Novo treinando, agora a expectativa é começar o novo ciclo olímpico nadando bem já na primeira etapa da Copa do Mundo em 2017 - explicou.

O percurso de 10 quilômetros contará com quatro voltas de 2,5 km, e a temperatura da água está prevista para estar entre 21 e 24 graus célsius.

O Circuito Mundial terá sete etapas, com pontuação somada até o final para definir a campeã mundial de 2017. Depois da Argentina, também haverá etapas nos Emirados Árabes, Portugal, duas no Canadá, uma na China e a última em Hong Kong.

Além do vice-campeonato em 2016, Poliana já foi campeã da Copa do Mundo de Maratona Aquática em 2009 e bronze na temporada de 2007.