Jefferson, cestinha da partida

Jefferson foi o cestinha da terceira partida da final (Foto: Divulgação/Sesi Franca Basquete)

LANCE!
31/10/2017
11:56
Franca (SP)

Falta um passo! É assim que a equipe do Sesi Franca Basquete saiu de quadra nesta segunda-feira, após vencer o Paulistano no terceiro jogo da final do Campeonato Paulista masculino de Basquete. Com o resultado positivo, o time do interior abriu 2 a 1 na série em melhor de cinco jogos, e está a apenas uma vitória do título.

Em sua primeira final como treinador, carreira iniciada há pouco mais de um ano, Helinho vem mostrando que seu trabalho já merece destaque no cenário nacional. Na última temporada, levou seu time às quartas de final do NBB e, nesse ano, alcançou a decisão do Paulista.

- O time entrou com uma postura de quem queria fazer as coisas acontecerem. Tivemos o mérito de, no transcorrer da partida, saber ditar o ritmo. Um playoff decisivo é assim. Fizemos 2 a 1 na série e, agora, vamos pensar jogo a jogo - disse Helinho, antes de completar:

- A gente sabia que o jogo não seria fácil, mas soubemos nos portar e abrir a vantagem no momento certo, administrando bem o segundo tempo. Tivemos o mérito de ter a tranquilidade para fechar esse jogo.

Na primeira partida da série final, a equipe do Paulistano venceu por apenas dois pontos de diferença (85 a 83). Na segunda, por sua vez, Franca triunfou por quatro pontos (83 a 79). Nesta segunda, a vantagem seguiu apertada, com vitória francana por 95 a 90.

O duelo, inclusive, pode ser dividido em duas partes distintas. No primeiro tempo, supremacia absoluta de Franca, que foi para o intervalo com 50 a 33 no placar, aproveitamentos acima de 50% nos chutes de dois e três pontos, e quase o dobro de rebotes do rival. No retorno, porém, o Paulistano pressionou e cortou essa vantagem, que chegou a ser de apenas três pontos com dez segundos para o fim do jogo.

- Tudo que conseguimos no primeiro tempo do jogo nasceu por conta de uma defesa boa e um rebote bem postado. Dessa forma, a gente dita o ritmo da partida, é natural. O mais importante, porém, é que conseguimos administrar o jogo conforme as situações se mostravam, ainda que fossem desfavoráveis - disse o técnico, projetando o duelo decisivo que acontece nesta terça-feira, no Ginásio do Paulistano, em São Paulo (SP), às 19h30:

- Será mais um jogo duríssimo. Temos de estar muito focados nos nossos objetivos. Sabemos que podemos sair daqui com o título, e isso nos motiva muito. Queremos levar esse troféu para Franca.