Falcão beija o troféu da Copa do Mundo de futsal de 2012

Por jogar no Brasil, Falcão não foi convocado por PC Oliveira AFP

LANCE!
05/01/2017
19:15
São Paulo

A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS,) anunciou na tarde desta quinta-feira seu novo treinador. PC Oliveira, de 56 anos, campeão mundial em 2008, comandará a Seleção Brasileira pelos próximos quatro anos. O novo técnico já fez a sua primeira convocação e explicou qual metodologia será adotada enquanto estiver no cargo.

- Sempre vamos trabalhar com uma seleção do Brasil, uma da Europa e outra absoluta, a nossa equipe principal. Precisamos criar um Modelo Brasil. O futsal brasileiro foi estuprado nos últimos anos. Temos que buscar um conhecimento, estamos com um processo atrasado. Temos saber o que serve, mesmo porque a Argentina ganhou um Mundial sem um atleta naturalizado. Temos que saber o que é um jogador brasileiro, muitos quando vão para a Europa perdem isso - comentou PC. 

A Seleção embarca para Barcelona (ESP) no dia 23 de janeiro, para realizar treinamentos e um amistoso com algum time local. Pelos atletas atuantes no Brasil estarem de férias, a equipe foi convocada com jogadores que atuam no exterior, com exceção dos dois goleiros.

Além de PC, a Seleção contará com uma equipe multidisciplinar composta por Lucas Chioro (auxiliar técnico), o ex-pivô Marquinhos (supervisor), e o ex-ala de 35 anos, Gabriel (diretor de assuntos internacionais). A missão do jovem aposentado será firmar compromissos fora do país e alinhar os desejos da equipe nacional com clubes europeus.

- Queremos viajar muito pelo país e fora do país, mesmo porque fomos incapazes de ver o que estava acontecendo na Argentina, com boas práticas. Seleção vai passar por período de treinamento dentro de todas as diretrizes esportivas. Para você ter uma ideia, o Ary (fixo do Barcelona) estava na minha primeira lista e ele me disse que seleção não estava nos planos dele. Com isso, convocamos outro jogador. O atleta para trabalhar conosco tem que demonstrar conhecimento - comentou o novo treinador.

CBFS desmente intervenção da CBF

A difícil situação financeira da federação de fustal levou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a participar da gestão da Seleção Brasileira. Porém, o presidente da CBFS, Marcos Madeira, negou haja uma intervenção política na entidade.

- Estamos iniciando hoje uma nota etapa do futsal brasileiro. A CBFS nasceu em 1979 oriunda da CBD e eu estive naquela fundação. Somos uma entidade legal e temos que corrigir que a CBF está assumindo a CBFS. Não é isso. Está havendo uma colaboração mútua. Nós temos que dizer que não existe cessão do futsal para a CBF, o que existe é uma harmonia entre nós e o presidente Marco Polo Del Nero. O que existe atualmente é uma colaboração mútua, que vai ser feita de uma maneira mais intensa, que vai ser feita de uma maneira compartilhada - explicou Madeira.

A CBF não enviou um representante à coletiva. Uma nova sede da CBFS está sendo montada no Rio de Janeiro por intermédio de uma empresa oriunda da parceria entre a entidade e uma agência indicada pela CBF.

Atletas convocados

Goleiros: Tiago (Sorocaba), Léo (Joaçaba)
Fixo: Neto (Kairat Almaty-CAZ) e Rafael Rato (InterMovistar-ESP)
Alas: Marcênio (Gazprom-Ugra-RUS), Matteus (El Pozo Murcia-ESP), Dyego (Barcelona-ESP), Daniel Japonês (InterMovistar-ESP), Gadeia (InterMovistar-ESP)
Pivôs: Humberto (InterMovistar-ESP), Fernandinho (FC Dynamo-RUS), Pito (El Pozo Murcia-ESP), Bruno Taffy (Inter Movistar-ESP), Dieguinho (Sporting Lisboa-POR)