Jonah Lomu (foto:AFP)

Jonah Lomu, grande craque do rúgbi, morre aos 40 anos (foto:AFP)

RADAR/LANCE!
17/11/2015
23:49
Rio de Janeiro (RJ)

Morreu, na manhã desta quarta-feira (18), na Nova Zelândia, (noite de terça-feira no Brasil) Jonah Lomu. Considerado o Pelé do rúgbi, o ex-jogador de 40 anos sofria com uma rara doença nos rins desde que parou de jogar, em 2002 e morreu subitamente, em casa.

Lomu foi grande figura da Seleção Neo-zelandesa de rúgbi, os chamados All Blacks,na década de 1990. Era chamado de a primeira grande estrela do esporte e foi o principal jogador dos mundiais de 1995 e 1999, ainda que jamais tenha levado a taça. Ao todo, vestiu a camisa negra 63 vezes, marcando 185 pontos em tries.

Vítima da síndrome nefrótica, Lomu chegou a receber um transplante de rins em 2004. Mas, sete anos depois, seu corpo rejeitou o órgão recebido e, desde então, o craque vivia refém da diálise. Em agosto deste ano, Jonah Lomu declarou ao jornal inglês Daily Mail que gostaria de viver mais 15 anos para ver seus filhos completarem os 21 de idade.

- Embora não tenha nenhuma garantia de que isso vai acontecer, este é o meu foco. É a meta que todos os pais almejam - disse Lomu na ocasião.